André Silveira tinha 53 anos e antes de ser taxista trabalhou como policial militar - Reprodução/FN

André Silveira, de 53 anos, foi encontrado sem vida hoje no início da manhã, domingo, dia 11, na localidade de Alfama. Ele trabalhava como taxista e anteriormente também foi policial militar.

Táxi com marcas de sangue foi encontrado no bairro Santo Antônio
– Reprodução/FN

A Polícia Civil investiga as circunstâncias do crime. O táxi em que trabalhava junto a estação rodoviária foi localizado também hoje pela manhã, abandonado perto da creche do bairro Santo Antônio, com muitas marcas de sangue. O automóvel Volkswagen Virtus, com placas de Montenegro, foi localizado pela Guarda Municipal, que suspeitou do veículo e acionou a Brigada Militar, a qual isolou o local para a realização de perícia e levantamento da Polícia Civil. A perícia também esteve no local em que foi encontrado o corpo, no interior de Montenegro. A principal suspeita é de latrocínio (matar para roubar). Anos atrás André já tinha sido vítima de uma tentativa de assalto, quando conseguiu desarmar o assaltante, que estava armado de faca, e o prendeu.

André trabalhou anteriormente como policial militar e nos últimos anos como taxista
– Reprodução/FN

A morte de André está causando grande repercussão e comoção em Montenegro, já que era bastante conhecido e estimado. Em seu perfil no facebook, Vee Silveira prestou homenagem ao pai com uma foto de luto. “Hoje o céu tem mais uma linda Estrela, a de um Grande Homem, o meu pai. O meu herói, o meu guerreiro e o meu exemplo. Obrigado pai, obrigada por ter sido meu pai”, postou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here