Motorista de um Cruze foi alvejado por vários tiros ontem em Sapucaia do Sul - Crédito: Renato Strapazzon/Jornal NH

O homem assassinado no início da manhã de ontem, sexta-feira, dia 18, na BR 116, em Sapucaia do Sul, era natural de Capela de Santana. Dario dos Santos, de 44 anos, também conhecido como “Chapolim” ou “Véio Dario”, residia atualmente em Nova Santa Rita, município vizinho de Capela e Montenegro.

O crime ocorreu por volta de 7h15 na altura do quilômetro 252, próximo ao Zoológico. Ele dirigia um automóvel Cruze no sentido interior/capital quando num congestionamento teria se aproximado uma moto com dois ocupantes e foram disparados vários tiros de fuzil. Mesmo atingido, o motorista do carro ainda conseguiu dirigir o veículo por alguns metros, até parar no canteiro central, sob uma passarela, vindo a falecer no local.

De acordo com a Polícia, Dario cumpria pena por tráfico de drogas no Instituto Penal de São Leopoldo, onde estava no regime semiaberto, que permitia que trabalhasse durante o dia. Em 2012 foi preso com cocaína. A Polícia acredita que o assassinato foi um crime encomendado, uma execução planejada. Nada foi roubado. Chama a atenção que o assassinato ocorreu em plena luz do dia e no trânsito de uma das rodovias mais movimentadas do Estado. A Polícia ainda aguarda o resultado da perícia e imagens de câmeras que possam ajudar na identificação dos autores do homicídio. No vidro e lataria do automóvel ficaram marcas de pelo menos dez tiros.

Parentes da vítima estiveram no local da morte para o reconhecimento. Ele deixou dois filhos, de 5 e 12 anos, além de demais familiares.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here