Farmácias participantes recebem selo de Farmácia Amiga das Mulheres - Divulgação/FN

Será lançada na manhã desta terça-feira, dia  28, a Campanha Máscara Roxa, que permite às mulheres vítimas de violência doméstica denunciarem seus agressores em farmácias. A iniciativa é do Comitê Gaúcho ElesPorElas, da ONU Mulheres. O lançamento acontece às 10h30, de forma virtual, com a participação de representantes de órgãos de segurança, Governo do Estado, Poder Judiciário, Legislativo e movimentos de mulheres, além de proprietários de farmácias.

A campanha começou com 600 farmácias, e já são mais de 1.300 unidades de cinco redes envolvidas. No Vale do Caí, 14 dos 20 municípios possuem estabelecimentos participantes. Todas as farmácias com adesão estão com o selo “Farmácia Amiga das Mulheres”, que serve para que as vítimas as identifiquem. Os atendentes receberam capacitação online para o procedimento e para garantir a segurança da vítima. Ao chegar na farmácia a mulher deve pedir a máscara roxa, que é a senha para que o atendente saiba que se trata de um pedido de ajuda. O profissional dirá que o produto está em falta e pegará alguns dados para avisá-la quando chegar. Após, o atendente da farmácia passará à Polícia Civil as informações coletadas, via WhatsApp, para que o órgão tome as medidas necessárias.

O coordenador do Comitê Gaúcho e da campanha, deputado Edegar Pretto, lembra que qualquer farmácia pode aderir. Segundo ele, o objetivo é envolver também aquelas que não fazem parte de grandes redes, mas que estão em cidades menores. Interessados devem entrar em contato com o Comitê: 51 991993641 | [email protected]

A campanha foi motivada pelo aumento de casos de feminicídios no estado durante o período de isolamento, decorrente da pandemia do coronavírus. Nos meses de março, abril e maio 28 mulheres foram assassinadas por questões de gênero, conforme dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Somente em abril, o aumento foi de 66,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Ao todo, de janeiro a junho deste ano, 51 mulheres morreram vítimas de feminicídio no estado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here