Silberto Henrique Francisco tinha 61 anos - Reprodução/FN

O agricultor que faleceu durante uma queimada no interior de Brochier será sepultado na tarde desta sexta-feira, às 17h. O enterro vai ocorrer no cemitério evangélico de Brochier. O velório está ocorrendo na capela mortuária do município.

Na noite de ontem, quinta-feira, por volta de 20h30, o corpo de um agricultor foi encontrado parcialmente carbonizado em sua propriedade, na Estrada Batinga Sul, na Vila Progresso, no município de Brochier. Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde esteve no local, mas o morador já se encontrava sem vida. A Brigada Militar fez o isolamento para o levantamento e a Polícia Civil será a responsável pela investigação. Segundo moradores, Silberto Henrique Francisco, de 61 anos, estaria fazendo uma queimada de galhos de eucalipto para limpar uma área num mato de sua propriedade, quando provavelmente teria passado mal com a fumaça e caiu, vindo a ser atingido por chamas. Vizinhos chamaram por socorro, mas o agricultor já havia morrido.

Silberto era bastante conhecido e estimado. O filho Jefferson Henrique Francisco postou uma foto com o pai em seu perfil no facebook, recebendo muitos votos de pesar. Segundo os amigos, Silberto, também chamado de “Beto Ginuca”, era bastante conhecido também em Maratá, onde por muito anos trabalhou como açougueiro. Sua morte tem causado grande comoção.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here