Brigada de Montenegro recuperou os objetos furtados por Israel e um comparsa Crédito: Brigada Militar

Israel Alexandro Teixeira Alves voltou a ser preso após cometer mais um crime. O rapaz de 20 anos já tinha sido preso recentemente pela Brigada Militar após ser reconhecido, em um vídeo divulgado pela Polícia Civil, como o autor de uma tentativa de assalto e agressões no bairro Timbaúva, próximo ao clube Grêmio Gaúcho. O ataque covarde a mulher ocorreu na noite do feriado de 15 de novembro. As imagens de uma câmera de segurança mostraram a mulher caminhando pela calçada quando o criminoso a ataca pelas costas, segurando-a pelo pescoço com uma “gravata” e a agredindo. Ela chega a cair e o criminoso só desiste do roubo quando chega outro homem para socorrê-la. Como o ataque só foi registrado na Delegacia dois dias depois, Israel acabou sendo solto. Mas ele não demorou para voltar a atacar e novamente foi preso pela Brigada no mesmo final de semana. Foi detido no domingo retrasado após furtar dois kits de desodorantes numa nova farmácia do centro. Ficou pouco tempo preso. De volta às ruas, foi preso em flagrante por novo furto.

Israel foi preso mais uma vez
– Crédito: Talis Ferreira

Na madrugada da última segunda-feira, dia 26, por volta de 1h, Israel e mais um indivíduo, Michael da Silva de Mello, foram presos pela Brigada na margem da RSC 287, perto da loja Taqi. Segundo os PMs, a dupla estava de posse de vários objetos, como forno elétrico e duas mochilas com diversos itens. Os objetos, conforme a Brigada, foram reconhecidos como furtados numa residência da rua Professora Valesca Lampert.

Israel, que tem vários antecedentes criminais, e seu comparsa, foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi lavrada a prisão em flagrante e os dois foram recolhidos para a Penitenciária do Pesqueiro.

 

Deixe seu comentário