Polícia divulgou vídeo do ataque a mulher na Timbaúva e um suspeito foi detido, mas a vítima não registrou ocorrência - Polícia Civil/Reprodução

Mesmo que o acusado tenha sido preso e já tenha vários antecedentes criminais, ele acabou sendo liberado na tarde de ontem, sexta-feira, dia 16. É que a vítima da tentativa de roubo não compareceu na Delegacia, não tendo sido localizada. Com isso, não teve registro de ocorrência por parte dela. O único registro foi de apresentação de detido, pela Brigada Militar. Mas não teve flagrante. Como o vídeo não tem boa resolução, fica difícil a identificação exata. E precisaria o reconhecimento da vítima.

A Polícia espera que a mulher atacada ainda entre em contato e registre a ocorrência para que o responsável pela tentativa de assalto e agressão responda processo e possa ser punidos. Por isso a importância do registro policial. Mesmo assim a Polícia vai continuar investigando o caso e é mais um que pode ser atribuído ao acusado, que já tem vários delitos.

O ataque

A Brigada Militar prendeu ontem de tarde, sexta-feira, o acusado de um ataque covarde ocorrido na noite anterior, feriado de quinta-feira, 15 de novembro, a uma mulher no bairro Timbaúva, em Montenegro. Ele foi identificado. Trata-se de um indivíduo de 20 anos. Mas faltou localizar a vítima do ataque, que não compareceu na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para que possa ser feito o registro e o reconhecimento. Mesmo tendo imagens e se tratar de um indivíduo com vários antecedentes criminais, é preciso ter o registro por parte da vítima.

A Polícia divulgou no início da tarde um vídeo onde uma câmera de segurança flagrou o ataque bárbaro de quinta-feira de noite, por volta de 22h23min, na Rua Tobjorn Weibull, entre o clube Grêmio Gaúcho e a Avenida Júlio Renner (Via Dois). As imagens de uma câmera de segurança mostram a mulher caminhando pela calçada quando o criminoso a ataca pelas costas, segurando-a pelo pescoço com uma “gravata” e a agredindo. A vítima reage, tentando evitar o roubo. Ela chega a cair e o criminoso só desiste quando chega outro homem para socorrê-la. O bandido acaba fugindo e a pedestre sai caminhando.

A Polícia divulgou o vídeo para tentar identificar e encontrar o acusado. O suspeito acabou sendo preso pela Brigada. Se alguém tiver informações sobre a mulher atacada pode entrar em contato pelos telefones 190, 197, 3649 0001 ou 3632 1111. A Polícia garante o sigilo absoluto da fonte.

Conforme o delegado Paulo Ricardo Costa, tem ocorrido muitos casos de assaltos a pedestres. Ele explica que a Polícia investiga, verificando o local, buscando informações de vítimas e testemunhas, além de buscar imagens de câmeras próximas. Neste caso o problema é que a vítima não registrou o crime, o que é fundamental para que o acusado possa ser punido. Mas o registro ainda pode ser feito.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here