Crédito: Polícia Civil/Divulgação

A realização de ações integradas entre as polícias e órgãos de segurança da região e a preocupação com os efetivos pautaram uma reunião realizada na Delegacia de Polícia de Salvador do Sul, na manhã dessa quarta-feira. Além de titulares de delegacias do Vale do Caí, participaram do encontro o delegado regional, Marcelo Farias Pereira, o comandante da Brigada Militar da região, tenente-coronel Alexandre Brite da Silva, o diretor da Penitenciária Modulada do Pesqueiro, Loivo Machado, e o diretor do Instituto Penal de Montenegro, Nairo Resta Ferreira.

Conforme Marcelo Pereira, operações conjuntas desenvolvidas pela Polícia Civil e Brigada Militar – ações recentes ocorreram em cidades como Montenegro, Brochier e Bom Princípio – têm apresentados bons resultados e são também alternativa, junto com o apoio da comunidade, para superar a falta de servidores. O delegado regional reforça que a carência no quadro funcional da segurança pública no Vale está entre os maiores desafios a serem superados.

Vemos policiais que atuam aqui optando por voltar para suas cidades de origem. Temos que criar algum mecanismo, um auxílio-permanência, como já acontece em cidades da Serra Gaúcha, para que eles queiram ficar aqui”, afirma Pereira, projetando a formalização de parcerias com as prefeituras nesse sentido. “Mesmo com as evoluções tecnológicas, ainda há uma grande dependência de material humano para que se possa prestar um serviço eficiente, que atenda aos anseios da comunidade”, completa o delegado Paulo Ricardo Costa, titular da Delegacia de Montenegro e que também responde pelas Dps de Salvador do Sul e Pareci Novo.

Mesmo que o Vale do Caí apresente bons resultados na área de segurança, se comparados a outras regiões, o delegado Marcelo Pereira reforça que o objetivo é diminuir os índices de criminalidade. Ainda, no encontro, foi abordada a dificuldade para a obtenção de vagas no sistema prisional.

Deixe seu comentário