Apreensão ocorreu no início da manhã de ontem - Arquivo/FN

O vice-governador e secretário da segurança pública e da administração penitenciária, delegado Ranolfo Vieira Júnior, anunciou hoje, quinta-feira, um pacote de enfrentamento a problemas ocorridos no sistema prisional gaúcho. Foi anunciada a transferência de 350 presos da Penitenciária Estadual de Porto Alegre (Pepoa) para outras casas prisionais. Em ação integrada da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), com a Brigada Militar, cerca de 200 presos já foram transferidos. A ação visa abrir vagas para desafogar as delegacias de polícia e evitar fugas. Atualmente 88 presos provisórios estão em delegacias e até viaturas da capital, Região Metropolitana e Vale do Sinos.  Em sua maioria, os presos das delegacias devem ser removidos para a Penitenciária da capital.

Montenegro, que tem uma Penitenciária Estadual na localidade de Pesqueiro, está entre os municípios que também estão recebendo os presos, principalmente os do Vale do Sinos, região que não tem presídio de regime fechado. No total, 80 vagas teriam sido abertas na Penitenciária Estadual de Montenegro para receber presos de delegacias de Novo Hamburgo e São Leopoldo.

A expectativa é de que, com a inauguração de novas penitenciárias, como de Bento Gonçalves, e Sapucaia do Sul, aumente o número de vagas e desafogue os presídios que estão superlotados. Também deve ser continuada a obra do presídio de Guaíba, que está parada desde 2017.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here