Crédito: Conmebol/Divulgação

            Lamentos e preocupações de colorados e gremistas passaram a ecoar nas redes sociais durante a noite dessa segunda-feira. Não teve muita sorte a dupla Gre-Nal no sorteio dos grupos da Libertadores da América do próximo ano.

Se nas edições mais recentes o Tricolor pegou grupos considerados fáceis, desta vez irá encontrar o Universidad Católica (Chile), o Rosário Central (Argentina) e, possivelmente, Libertad (Paraguai) ou Atlético Nacional (Colômbia). Acredito ser o segundo grupo mais equilibrado.

O mais equilibrado, ou da morte, como queiram, é o do Inter. De cara, pegará o atual campeão, o River Plate (Argentina). Depois, o Alianza Lima (Peru), esse até nem tão temível. Mas o grupo deverá ser completado pelo São Paulo, que planeja se reforçar bem para a temporada. Inclusive, está acertando com Pablo, do Athlético Paranaense.

Sem dúvida, cenários nada animadores. Mas também é verdade que Grêmio e Inter impõem muito respeito a seus adversários. O Tricolor têm três taças da América no armário. Os colorados faturaram a competição duas vezes nos últimos 12 anos e em na última participação na Libertadores, em 2015, chegaram às semifinais.

Não resta dúvida, para evitar um adeus precoce, tropeços em Porto Alegre são, absolutamente, impensáveis. O Inter vai estrear fora de casa, ao que se desenha, diante do São Paulo. O Tricolor também irá viajar na primeira rodada. Irá encarar o Rosário Central, adversário do qual não tem boas lembranças recentes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here