Grêmio está classificado para as quartas de final da Libertadores Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

O Grêmio materializou a melhor das expectativas de seus 48 mil torcedores presentes na Arena. Fez um gol – outra vez com Everton – bem cedo e assim desmanchava a vantagem do Estudiantes. O que ninguém esperava era a reação imediata dos argentinos, que contaram com uma rara falha de Geromel.

A partir daí, o caldo engrossou na zona norte da capital. O Estudiantes abdicou de atacar e montou um verdadeiro paredão defensivo. O tempo passava, o Tricolor dominava, mas nada da meta adversária voltar a ser vazada. A crônica da tragédia parecia se desenhar para a metade azul do Estado.

Faltando apenas dois minutos para o fim do confronto, o reserva Alisson entrou e marcou o gol do desafogo, que ao menos levava a disputa para as penalidades. Pênaltis? E agora?
Dessa vez, os batedores gremistas capricharam. Todas as cobranças foram aproveitadas e, assim, a Arena viveu mais uma noite de muita euforia.

O próximo adversário também é argentino, o Atlético Tucuman, que surpreendeu e eliminou o tradicional Nacional, da Colômbia, com a vaga às semifinais sendo decidida em Porto Alegre. Tendência de que o Grêmio avance, com menos sofrimento.

Boa ocupação nas arquibancadas
A campanha, é verdade, também ajuda, mas os preços de ingressos praticados, atualmente, no Beira-Rio, mais populares, têm feito os colorados comparecerem em excelente número aos jogos. No Brasileirão, a media é superior a 27 mil expectador

43 mil colorados prestigiaram o time no domingo contra o Palmeiras
Foto: Ricardo Duarte

es, uma das melhores da competição e a mais exitosa do Inter na era dos pontos corridos.

E virão mais bons jogos, para casa cheia, em breve. Na quarta que vem, tem o Flamengo. Depois, o Gre-Nal.

Um bom dinheiro nos cofres do clube e também da Brio, empresa que administra os setores mais nobres do estádio.

Deixe seu comentário