Crédito: Ricardo Duarte/Site do Inter

Na pior das hipóteses, após os resultados do fim de semana, o Inter garantiu presença na Pré-Libertadores. Contudo, a vaga direta à fase de grupos da competição também está bem encaminhada. Hoje, são quatro pontos de vantagem sobre o quinto colocado, o São Paulo, que está em decadência na competição e acaba de demitir Diego Aguirre de seu comando técnico.

Analisando por esse lado, o empate contra o Ceará, no Castelão, não foi um mau resultado. A questão é que outra vez parece ter faltado um pouco mais de ousadia ao time de Odair Hellmann que, se tivesse vencido, teria encurtado a distância para o líder Palmeiras. Aliás, a crença em título é discurso meramente protocolar da cúpula colorada. Na prática, no Beira-Rio, acho que ninguém mais acredita.

Jogando em sua casa, nesta quinta, o Inter tem uma boa possibilidade de manter sua invencibilidade como mandante no Brasileirão. Recebe o América Mineiro, que caminha a passos largos de volta à Série B.

Vitória providencial na Arena

Para o Grêmio também está cristalina a participação em mais uma Libertadores. Ainda que sem encher os olhos e com maior sofrimento que o previsto, derrotou o Vasco, na Arena. O time carioca, a propósito, volta a se aproximar, perigosamente, da zona do rebaixamento. Impressionante a decadência vascaína, mas não surpreendente, vista a bagunça que toma conta do ambiente do clube carioca

Agora, os gremistas irão encontrar o São Paulo, no Morumbi. Em caso de vitória, o Grêmio, praticamente, também se garantirá no G4. Até mesmo um empate não será mau negócio na capital paulista.

Nos bastidores, o Tricolor tenta acelerar a confirmação da permanência de Renato como treinador para mais uma temporada. Certamente, o ídolo espera reforços de qualidade para dar o seu sim.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here