Crédito: Raul Pereira/Fotoarena

O Grêmio soube cicatrizar as feridas da Copa do Brasil e da Libertadores com rapidez. Bem diferente do Inter, por exemplo. O Tricolor vai encaminhando muito bem a classificação à fase de grupos da Libertadores do próximo ano, mesmo não sendo brilhante em alguns jogos.

Diante da Chapecoense, foi uma atuação para o gasto, até porque o adversário, virtual rebaixado, não exigiu mais do que isso. Já havia sido a mesma coisa contra o CSA, mesmo que esse tenha chegado a assustar na Arena.

Na reta final do Brasileirão, a tabela gremista está bem longe de ser barbada. Praticamente, todos os oponentes do time de Renato ainda brigam por algo na competição. A começar pelo Flamengo, que vai voltar à Arena neste domingo, até com possibilidade de conquistar de forma antecipada o título.

Confronto com ingredientes para lá de especiais, depois dos emblemáticos e duros, para o Grêmio, confrontos pelas semifinais da Libertadores. Gosto de revanche no ar. Ou não é para tanto?

Bendita gordura

Ainda que tenha usado reservas em boa parte da competição, o Inter construiu uma gordurinha para seguir brigando, ao menos, por Pré-Libertadores. A maionese colorada desandou, mas adversários diretos nessa disputa à parte também vêm marcando passo.

Estava entre aqueles que achavam correta a demissão de Odair, mas já não tenho tanta convicção nessa atitude por parte dos dirigentes colorados. Isso porque Zé Ricardo, o tampão, vem repetindo escolhas equivocadas do antecessor. E assim o Inter segue jogando pouco, muito pouco, a ponto de sofrer para derrotar o deprimente time do Fluminense, no Beira-Rio.

Alguns jogadores parecem muito bem apadrinhados no vestiário colorado. Enquanto os talentos surgidos na base brilham… na base.

O Inter até que não tem uma tabela tão complicada assim nas últimas rodadas do Brasileirão. Remotamente, pode pensar também em vaga direta na fase de grupos da Libertadores. É só preciso jogar mais, um pouquinho mais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here