Crédito: Ricardo Duarte/Site do Inter

O que foi um dos grandes trunfos do Inter no primeiro turno do Brasileirão virou decepção na reta final da competição: a campanha como visitante. O time de Odair Hellmann tem, no returno, tão somente um a vitória fora de Porto Alegre, conquistada sobre o Bahia com gol feito por Patrick, jogador cujo desempenho despencou. Aliás, inconcebível que siga como titular.

Contra o Botafogo, o que se viu foi um Inter que parecia disputar um amistoso de pré-temporada, desinteressado e sem energia, enquanto o adversário carioca que aparentava estar brigando por taça. Não fosse Marcelo Lomba, os colorados teriam amargado uma derrota por placar dilatado no Engenhão. E a frustração vermelha só fez aumentar com o surpreendente tropeço do Palmeiras diante do Paraná.

Precisam os colorados manter o retrospecto vitorioso no Beira-Rio para não ficaram até mesmo fora do G4, o que implicaria numa abreviada pré-temporada em razão do time cair para a faixa da Pré-Libertadores. Atlético Mineiro e Fluminense são os últimos desafios na casa colorada, nesta temporada. Com a liberação do acesso garantida para os sócios de todas as categorias a expectativa é de uma presença vermelha forte nas arquibancadas.

Fora das quatro linhas, vem correndo o processo eleitoral do clube, com inegável favoritismo do atual mandatário, Marcelo Medeiros, que tem como adversário Luciano Davi. Independente de quem conquistar os sócios nas urnas, a certeza é de que para 2019 o clube precisa de, ao menos, cinco reforços de qualidade, além de um olhar mais apurado para sua base.

Vitória e mais uma Libertadores

Sem maiores dificuldades, o Grêmio derrotou a Chapecoense, na Arena, e se credenciou para mais uma Libertadores em sua história. Mantendo o embalo atual, ainda que com sérios desfalques, deve alcançar a classificação direta à fase de grupos da competição.

Cada vez mais, fica entre os gremistas a certeza de que o Tricolor poderia ter ido mais longe na disputa nacional se tivesse dado mais atenção para a mesma. Fora o Palmeiras, nenhum dos adversários tem elenco de qualidade superior.

Por falar em grupo de jogadores, a direção deverá ser bombardeada por propostas por alguns dos principais nomes. Kannemann e Éverton têm mercado na Europa. Luan também sempre é especulado como negócio a ser efetivado. Deve vir uma boa grana por aí, que, necessariamente, deverá ser investida bem nas reposições.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here