Hilário estava no quarto mandato como prefeito de Tupandi, além de ter sido o primeiro prefeito de Bom Princípio e vereador em Montenegro - Arquivo/Fato Novo

Um dos maiores prefeitos da história do Vale do Caí e do Estado, José Hilário Junges faleceu no final da tarde desta segunda-feira, dia 7 de março, por volta de 18 horas, aos 77 anos de idade.

Hilário estava internado em Porto Alegre, no Hospital Moinhos de Vento, desde o ano passado. Seu estado era grave, em coma, considerado irreversível. Mas os familiares mantinham a esperança de que poderia ser recuperar, pois o prefeito sempre foi um grande guerreiro, lutando por benefícios para Tupandi e para a região. Era atendido por uma equipe médica, formada pelos melhores profissionais, além do acompanhamento dos familiares, os quais agradecem a corrente de orações e toda a torcida que foi feita pela sua recuperação.

Hilário venceu sua última eleição em 2020 e estava no quarto mandato como prefeito de Tupandi, tendo Bruno Junges como vice
– Crédito: Photo Arte

Hilário completou 77 anos no último dia 16 de dezembro. Ele chegou a ter uma melhora no final do ano passado e havia inclusive a possibilidade de alta. Entretanto, houve uma recaída, com o agravamento em seu quadro clínico. Em outubro ele tinha feito um novo procedimento cirúrgico. Após cirurgia de reconstrução da aorta, que é uma das maiores e mais importantes artérias do corpo humano, sendo responsável por levar oxigênio para todo o organismo, foi necessária a colocação de um stent cardíaco. O implante de stent é um procedimento em que, com a ajuda de um cateter balão, ao ser inserido ele infla e expande o vaso sanguíneo, normalizando o fluxo. Hilário chegou a retornar para a Prefeitura em agosto do ano passado, após ter ficado duas semanas ausente devido a uma cirurgia de próstata, da qual se recuperou bem. Mas depois foi necessária uma nova internação e a situação se agravou.

Hilário foi vereador em Montenegro, primeiro prefeito de Bom Princípio e quatro vezes prefeito de Tupandi – Arquivo/FN

 

Hilário estava no quarto mandato como prefeito de Tupandi. Sua última eleição foi a mais disputada da região, tendo vencido por apenas 12 votos (0,32%) em 2020. Antes disso foi o primeiro prefeito de Bom Princípio em 1982, além de vereador em Montenegro em 1976. Como prefeito conseguiu o grande desenvolvimento de Tupandi, tornando-o um dos municípios mais prósperos do Estado e do país graças aos investimentos na agricultura, como avicultura e suinocultura, além da atração de empresas.

Desde o afastamento de Hilário, o vice Bruno Junges assumiu como prefeito em exercício e agora seguirá dando andamento aos trabalhos na Prefeitura de Tupandi. Ele informou que será decretado luto oficial de três dias no município. Hilário deixa a esposa, Cecília, além dos filhos, demais familiares e um grande número de amigos e admiradores. Ainda serão definidos os horários e locais dos atos fúnebres.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here