Menina de 4 anos sofre de doença degenerativa grave e precisa de medicamento importado - Divulgação/FN

A pequena Carolina Maria Stuelp Bohnen, moradora de Tupandi, precisa de ajuda. Ela sofre de uma doença rara, que é neurodegenerativa e ultra grave, chamada LCN2, conhecida como Doença de Batten. Carol e sua família precisam de doações com urgência para conseguir a sua medicação e também para terapias como fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. E correm contra o tempo.

Conforme os pais, Inácio e Sirlei Bohnen, o medicamento necessário, importado dos Estados Unidos, é muito caro e não é fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Cada dose custa 150 mil reais. E tem que tomar a cada duas semanas. Precisa o quanto antes”, diz Inácio, pedindo a ajuda de todos.

Carol completa 4 anos na próxima segunda-feira e o maior presente que pode receber é a solidariedade da população. A doença age rapidamente de forma degenerativa e compromete funções do corpo como fala, visão, digestão e locomoção. O diagnóstico veio faz cerca de três meses e está se buscando uma grande mobilização, através da campanha “Todos pela Carol”, para arrecadar os recursos que poderão estabilizar e prolongar a vida de Carol. Além da vakinha em site da internet, com o título “Ajuda para a pequena Corol”, podem ser feitos depósitos em conta bancária e também foram lançadas rifas e outras ações.

Na última semana Carol passou a receber o acompanhamento do Hospital de Clínicas, de Porto Alegre, como de geneticista, fonoaudióloga e nutricionista, já que tem a preocupação com a alimentação. Segundo os médicos, seu caso é único no Rio Grande do Sul. Foi feita uma análise para a realização do tratamento. Conforme avaliação, a esperança está na medicação, com a finalidade de preservar as funções ainda executadas, como dos movimentos. Por isso a importância de arrecadar os recursos necessários.

CLIQUE AQUI PARA DOAR!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here