Máscaras são produzidas por costureiras voluntárias na unidade do Caí - Crédito: Senai

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS) realiza uma força-tarefa em algumas de suas unidades no Estado para a produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras e aventais. “Estamos usando nossa estrutura para contribuir como podemos”, ressalta o diretor regional do Senai-RS, Carlos Trein. A instituição também recebeu uma demanda do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) para a produção de 17,5 mil máscaras de proteção para distribuir a profissionais da saúde que atendem na linha de frente no combate ao coronavírus, assim como para colaboradores do próprio Simers que fazem atendimento presencial. Entre os voluntários da ação estão alunos, ex-alunos, ex-funcionários e a empresa Bacharel Malhas.

Estrutura do Senai do Caí foi colocado à disposição para a produção das máscaras
– Crédito: Senai

Na região de Montenegro, estão sendo produzidos um total de 13 mil máscaras de proteção descartáveis destinadas para profissionais da saúde do Rio Grande do Sul – 6 mil delas para o Simers, em parceria com o Senai Moda e Design de Porto Alegre. A instituição colocou à disposição toda estrutura física da unidade de São Sebastião do Caí e as máquinas de costuras industriais para produção dos Equipamentos de Proteção Individual. Também foram mobilizados voluntários – alunos e ex-alunos do Senai e seus familiares. Dos outros EPIs, 5 mil irão para a Secretaria de Saúde de Montenegro e outros 2 mil para a de São Sebastião Caí. A ação envolve também a empresa Dobra Projetos, de Montenegro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here