Equipe da Secretaria da Saúde do Caí encontrou vários vasos com água - Crédito: Prefeitura

Com a chegada do Dia de Finados neste sábado, dia 2, a Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde de São Sebastião do Caí está alertando a população para que elimine pontos de água parada junto aos túmulos de seus entes queridos.

Placas nos cemitérios alertam, pois Caí já registrou 271 focos de larvas do aedes aegypti
– Crédito: Prefeitura

Na manhã desta sexta-feira, 1º de novembro, uma equipe da secretaria esteve no Cemitério Municipal e encontrou vários vasos com água empossada, justificando o estado de alerta com relação a proliferação do mosquito transmissor da dengue e outras doenças.
“Temos confirmados 271 focos de larvas do aedes aegypti, três vezes mais do que o registrado no ano passado, então a colaboração de todos é fundamental. Estamos com oito pessoas devidamente identificadas percorrendo todo o município e a meta é conseguir visitar cada residência pelo menos de dois em dois meses”, destaca a coordenadora da Vigilância Ambiental, Diva Gauger.

Diva explica que não adianta usar flor artificial e colocar areia. “A água empossa por cima da areia e vira local ideal para que o mosquito libere larvas. Tem de trocar a areia por pedras. Como as pessoas devem vir em grande número ao cemitério pedimos que verifiquem seus vasos e façam essa troca, além de esvaziar os que por ventura estejam com água parada”, alertou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here