Prefeitura do Caí fez manifestação em seu facebook - Crédito: Prefeitura

A Prefeitura de São Sebastião do Caí publicou em seu facebook, na última sexta-feira, dia 14, uma manifestação referente a proposta do Governo do Estado de retorno das aulas ainda no mês de agosto. Na manifestação consta: “A Secretaria Municipal de Educação vêm a público esclarecer que seu posicionamento é contrário à volta às aulas nesse momento em que o número de casos de Covid 19 continua subindo na região e no Estado. De forma alguma, numa provável volta, aceitaremos a posição do Governo Estadual de iniciar o retorno pela Educação Infantil. Desde o começo, procuramos preservar a vida e nesse momento o que importa é isso!”

Calendário proposto pelo Estado

O Governo do Estado apresentou na última semana uma proposta de calendário para a volta as aulas presenciais no Rio Grande do Sul. O retorno, de forma gradual, ocorreria ainda a partir deste mês de agosto, mas está havendo muita resistência, tanto por parte dos municípios, já que prefeitos participaram do anúncio com o Governo, como dos Sindicatos dos professores. A questão também está repercutindo nas redes sociais, dividindo opiniões de pais e alunos.  Pela proposta do Estado, as aulas retornariam entre o fim de agosto e a metade de outubro.

Outra discussão é sobre retomar primeiro com a educação infantil, das creches, tanto privada quanto pública, a partir de 31 de agosto. A dúvida é se já teria segurança suficiente para garantir a saúde das crianças e como seria esse retorno. Após a educação infantil, o Governo propõe para 14 de setembro o retorno as universidades para os estudantes do Ensino Superior. Já os alunos do Ensino Médio e Técnico voltariam na semana seguinte, em 21 de setembro. E uma semana depois, a partir de 28 de setembro, os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental. Os anos iniciais do Ensino Fundamental seriam os últimos a serem retomados, a partir de 8 de outubro. O retorno seria permitido apenas para municípios sob bandeira amarela e laranja, de risco baixo e médio para coronavírus. As aulas presenciais estão suspensas no Estado desde março, tendo atualmente o ensino online.

Posição da Amvarc

A retomada das aulas presenciais pelas escolas gaúchas alimenta dúvidas e preocupações entre os prefeitos do Vale do Caí. A questão foi pautada durante videoconferência da Amvarc na manhã da última sexta-feira e o entendimento dominante é de que a volta das atividades do Ensino Infantil já no próximo dia 31, em municípios nas bandeiras amarela e laranja, seria precipitada. “A maioria dos municípios não quer a volta agora e nem concorda que a Educação Infantil volte primeiro. Não temos data definida, mas achamos dia 31 de agosto cedo”, afirmou o presidente da Amvarc, vice-presidente da Famurs e prefeito de Harmonia, Lico Fink.

Ainda que acredite numa retomada das aulas nas escolas durante o mês de setembro, Lico reconhece a preocupação de que, dependendo da evolução da pandemia, as escolas possam seguir fechadas no restante do ano. A qualidade do ensino online também alimenta dúvidas por parte do gestor. “Está muito difícil, falta infraestrutura no interior, principalmente”, acrescentou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here