Operação de combate ao tráfico e caça ilegal de animais ocorre em 14 cidades do Estado - Crédito: Polícia Civil

A Polícia Civil está realizando na manhã desta quinta-feira, dia 25, a Operação Arca. Juntamente com a Brigada Militar, Comando Ambiental e Ibama, as ações ocorrem em 14 municípios do Estado, entre eles São Sebastião do Caí e Portão, mais em Porto Alegre, Gravataí, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Cachoeirinha, Viamão, Minas do Leão, Barra do Ribeiro, Canoas, Sapucaia do Sul e Parobé.

Esta é considerada a maior operação já realizada visando combater o tráfico e caça ilegal de animais, além de maus-tratos e associação criminosa, mobilizando mais de 200 policiais e até grupamento aéreo. Conforme foi apurado, caçadores que são alvo da operação tinham grupos de whatsapp e lojas virtuais no facebook para comércio ilegal de animais e armas.

Várias prisões e apreensões já ocorreram, incluindo animais silvestres e materiais. No total são cumpridos 44 mandados de busca e apreensão, mais cinco de prisão temporária. As investigações duraram meio ano e iniciaram a partir de denúncias recebidas pela ONG Reprass, que noticiava crimes contra animais e tráfico de armas. A organização criminosa é suspeita de comercializar, em redes sociais, aves silvestres e animais como macacos, ouriço, jabuti, iguanas, cobras e outras espécies, além da venda clandestina de armas

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here