Anderson Cassinelli tinha 32 anos e morava em Bento Gonçalves - Crédito: Capela e Funerária Nossa Senhora do Carmo

Anderson Cassinelli, de 32 anos, será sepultado na tarde desta sexta-feira, dia 8, no Cemitério da Comunidade de Santo Alexandre, em Bento Gonçalves, após velório na localidade de 15 da Graciema.

Colisão entre moto e automóvel ocorreu na RS 122 no início da tarde de quinta-feira
– Crédito: Bombeiros do Caí

Ele foi vítima de acidente no início da tarde de ontem, quinta-feira, em torno de 12h30min, na altura do quilômetro 8 da ERS 122, próximo ao Posto Ipiranga, no bairro Conceição, em São Sebastião do Caí. Conforme os Bombeiros Voluntários Caienses, que atenderam a ocorrência, a motocicleta Hornet, com placas de Joinville (Santa Catarina), colidiu com a traseira de um automóvel Renault Sandero, emplacado em Portão. O motociclista foi removido ao Hospital Sagrada Família, de São Sebastião do Cai, e lamentavelmente não resistiu à gravidade das lesões. Uma passageira do carro também sofreu ferimentos. Além dos bombeiros, unidades do Samu e EGR também prestaram atendimento, assim como a Polícia Rodoviária Estadual. A Polícia Civil será a responsável por apurar as circunstâncias do acidente.

Anderson era natural de Santa Catarina, mas estaria morando atualmente em Bento Gonçalves. Deixa os pais Domingos e Oleide Maria Bilibio Cassinelli, que já haviam perdido um outro filho, Andrei. Anderson também deixa os irmãos Adilson, Arielson e Alex. Ele era casado com Auricélia Sales e tinha duas enteadas, Letícia e Labdyan.

São muitas as mensagens, com sentimentos de pesar e homenagens, nas redes sociais. A prima Vanessa Bilibio lembrou de Anderson em postagem que aparece com sua moto. “Notícia horrível. O mais quieto dos primos. Nos deixou com uma das suas paixões, a moto”, escreveu.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here