Será inaugurada a primeira etapa das obras da nova emergência do Hospital do Caí - Fábio Fuchs Klein/FN

O Hospital Sagrada Família, de São Sebastião do Caí, viverá hoje um dia especial. Nesta quinta-feira, dia 10 de março, às 19 horas, em frente ao hospital, ocorrerá a comemoração dos 85 anos da casa de saúde. E a Associação Congregação de Santa Catarina aproveitará a data para realizar um ato cerimonial de inauguração das novas instalações da emergência do hospital.

Conforme a administradora do hospital, Maitê Silva, será a oportunidade de mostrar para a comunidade a nova emergência. Para entrar em funcionamento, o espaço ainda necessita de alguns ajustes e instalação de equipamentos. Mas é um investimento importante para melhorar a qualidade no atendimento. Será entregue a primeira etapa das obras, que foram concluídas em quatro meses. A segunda parte também já iniciou  e está prevista para ser concluída em junho. Os recursos são oriundos da Consulta Popular de 2019 e 2020, na ordem de 312 mil reais, liberados pelo Governo do Estado. O restante a própria Associação Congregação de Santa Catarina investiu, além de algumas doações da comunidade.

A história do hospital (Blog Histórias do Vale do Caí)

Em 1917, no dia 17 de fevereiro, foi fundado um asilo para idosos que recebeu o nome de Sagrada Família. As irmãs abriram mão da sua moradia para a instalar o asilo e acolher os idosos, ganhando para elas a casa situada na esquina das ruas Henrique D´Ávila com Marechal Floriano (nomes atuais). Ao longo dos anos, a escola foi crescendo até que, em 1954 as Irmãs de Santa Catarina passaram a sua administração para as Irmãs Bernardinas. Surgiu daí o Ginásio São Sebastião que, mais tarde transformou-se na atual Escola Estadual São Sebastião.
Dois anos depois, em 1919, mesmo em condições muito precárias, as irmãs começaram a atender – no mesmo local – a pessoas doentes. Começava, assim, a surgir o Hospital Sagrada Família.
Se a carência de recursos das irmãs era enorme, maiores ainda eram as necessidades da população pobre. E as irmãs, premidas pela necessidade de amenizar os padecimentos das pessoas, passaram logo a acolher também crianças órfãs.
Aos poucos o atendimento aos doentes foi crescendo e melhorando.  Pessoas de todas as localidades vizinhas recorriam ao atendimento oferecido pelas irmãs no seu precário estabelecimento.
Então a comunidade se mobilizou e, através a organização católica chamada União Popular, tratou de construir o Hospital Sagrada Família, na encosta do morro. No mesmo local onde hoje se encontra em prédio grande e majestoso.
As obras começaram em 1934 e a inauguração ocorreu em 14 de março de 1937. Em seguida começou, ao lado, a construção do asilo de idosos, que estendeu-se de 1939 até 1944.

Obras do Hospital Sagrada Família, em 1936 – Foto do arquivo de André Eyb
Foto do arquivo de Romélio Oliveira
– Crédito: Arquivo/FN

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here