Serviço de atendimento sobre FGTS será mantido no Centro de Cultura para quem foi atingido pelas cheias - Crédito: Prefeitura

A Defesa Civil Municipal confirmou o encaminhamento para o Ministério da Integração Nacional da documentação que compõe o decreto de situação de emergência por causa das enchentes em São Sebastião do Caí. O envio do decreto busca a homologação da emergência por parte do governo federal que, caso seja confirmada, permitirá a liberação do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) aos atingidos pelas cheias.

Segundo o coordenador da Defesa Civil caiense, Pedro Griebler, a homologação deve ser confirmada em breve. “Conversei com o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, que sobrevoou nosso Município juntamente com o governador Eduardo Leite na semana passada e ele me passou que nossa situação de emergência será aceita com rapidez”, diz Pedrinho. Griebler destaca que, devido ao fato da Caixa Econômica Federal estar pagando atualmente o valor de R$ 1.045,00 do FGTS por causa da pandemia, o pagamento relativo à enchente, que terá teto bem maior, de R$ 6.220,00 para quem tiver até esse saldo em conta do fundo, ocorrerá a partir de 20 de agosto.

A Administração Municipal também já confirmou que o serviço que atendeu trabalhadores no Centro de Cultura com relação ao fundo da pandemia, será mantido também para auxiliar a população na liberação do FGTS liberado pela enchente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here