Entrega das primeiras cestas básicas começou ontem pelo bairro Navegantes Crédito: Prefeitura/Reprodução

Começou na manhã desta terça-feira, dia 14, a entrega das mais de 600 cestas básicas montadas com as dez toneladas de alimentos arrecadadas no último sábado, Dia D da campanha #JuntospelaVida. Os primeiros a receberem seus ranchos, alimentos e pacotes de papel higiênico, foram os moradores do bairro Navegantes.

Estão recebendo os donativos famílias inscritas no Cadastro Único do governo federal e beneficiárias do Bolsa Família, além de profissionais autônomos e proprietários de micro empresas individuais (MEI´s) impedidos de trabalhar e produzir renda devido a pandemia do coronavírus. “Além destes, chamamos as famílias carentes para colocarem seus nomes nas listas de beneficiados tanto no Centro de Referência em Assistência Social (Cras Travessia) quanto junto à 36 entidades parceiras da campanha”, explica o secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento, Fernando Cofferri.

A entrega das cestas básicas está sendo feita por equipes da prefeitura e das entidades diretamente nas casas das pessoas, a fim de evitar aglomerações e filas na busca pelos donativos. “Estamos com listagem por bairro e rua e entregamos conferindo os nomes e pegando assinatura em recibos, tudo para dar transparência a iniciativa”, destacou Carla Variani, representante do grupo de mulheres tradicionalistas Somos todas Anittas, parceiro da campanha. Hoje pela manhã Carla, acompanhada pela colega de Anittas Nádia Maas, entregou os primeiros ranchos na Rua São João, bairro Navegantes.

“É um alívio pra nós. Já não tinha nada em casa”

A chegada da cesta básica colocou um sorriso no rosto da dona de casa Joseane da Silva Padilha, 30 anos. Moradora da Rua São João, no bairro Navegantes, mãe de cinco filhos e grávida de cinco meses do sexto, ela foi uma das primeiras a receber os donativos. “É um alívio muito grande pra nós. Já não tinha nada em casa para comer. Fiz minha inscrição para cesta básica no Cras e estou muito feliz”, afirmou ela.

Outra dona de casa da Rua São João que recebeu os alimentos foi Giovana da Silva Corrêa, 23 anos. “Tenho uma filha de um ano e oito meses e receber esse rancho é muito bom. Fui me inscrever porque realmente precisamos dessa comida.” A também dona de casa Jane Mari da Silva, 40 anos, reforçou as palavras de sua vizinha Giovana. “Moro com meus dois filhos, de 14 e 17 anos, e recebemos o Bolsa Família. Mas é muito difícil nos manter com isso e esse rancho será muito importante para nós.”

A campanha continua nas próximas semanas com pontos de coleta nos supermercados da cidade e também há uma conta no nome do Grupo escoteiro Taquató no Banco Sicredi, agência 0167, conta 91862-5, para doações em dinheiro.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here