Câmeras serão monitoradas na Central de videomonitoramento da Brigada Militar Prefeitura/Divulgação

Começaram a ser instaladas nesta semana as dez câmeras adquiridas pela Administração Municipal de São Sebastião do Caí para compor o sistema de videomonitoramento da cidade. Somadas as duas já existentes, os equipamentos irão monitorar 12 pontos estratégicos definidos em conjunto com a Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal e começam a operar ainda esta semana.

Segundo o coordenador do projeto, Luiz Fernando Nedel, a demora para entrada em operação das câmeras se deu por problemas técnicos na montagem da central de monitoramento da Brigada Militar. “Isso agora foi superado e finalmente podemos instalar os equipamentos e ativar todo o projeto. Agora entramos na fase de treinamento do pessoal da Brigada que vai fazer o monitoramento das imagens e ajustes finais. Mas o importante é que as câmeras começam a registrar tudo ainda nessa semana.”

Os pontos monitorados são a Praça da Matriz Cônego Edvino Puhl; a Rua Pinheiro Machado, esquina da Biblioteca Pública Municipal; entrada norte da cidade (Rua Omiro Ledur com a ERS-122); rotatória da sinaleira da Rua Padre João Wagner; ponte de acesso da Rua Sete de Setembro com a ERS-124; duas na avenida Egidio Michaelsen (esquinas das lojas Colombo e Taqui); Rua São João com Aquidaban;  na subida do cemitério municipal (bairro Quilombo); entrada da comunidade de Angico; bairro Conceição (avenida Nelson Hoff com a acesso a estrada Campestre Conceição) e bairro São Martim (em frente a Escola Municipal David Canabarro).

Central no Caí

No Caí também deverá ter uma central regional de videomonitoramentos, que poderá abranger os dez municípios da 27º BPM. Além do Caí, integram Tupandi, São José do Hortêncio, Alto Feliz, Bom Princípio, Feliz, Linha Nova, Vale Real, Harmonia e São Vendelino. E outros podem aderir.

O comandante do 27º BPM, major Célio Vargas de Oliveira, confirma que deverá ter uma central no Caí. Mas ressalta que depende dos municípios, através dos prefeitos, que devem aderir ao Sistema Integrado de Monitoramento (SIM), lançado pelo Governo do Estado. Ele acredita que no Caí poderá ser feito o monitoramento de entre 12 e 15 municípios.

Uma outra central de videomonitoramento regional está sendo instalada em Montenegro, onde serão monitorados os municípios de abrangência da área do 5º BPM.

 

Deixe seu comentário