Curso ocorreu no Chile no final de janeiro - Crédito: Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Voluntários Caienses tem como política institucional o investimento em cursos de formações de alto padrão técnico, garantindo assim um atendimento de qualidade à comunidade Caiense e de todo o Vale do Caí, em todas as situações de emergência que possam ocorrer. Além da boa estrutura em termos de veículos, equipamentos e materiais, é importante os bombeiros estarem bem capacitados para prestar o melhor atendimento possível. Por isso a importância da qualificação.

Comandante Anderson Jociel buscou qualificação importante
– Crédito: Bombeiros

Desta vez a capacitação foi em Buscas e Resgate em Estruturas Colapsadas – BREC, formação está que prepara o profissional para trabalhar em áreas de colapso estrutural, sejam ocasionados por terremotos, tsunamis, deslizamentos e qualquer adversidade do gênero. O comandante operacional Anderson Jociel da Rosa, que já possui vasta experiência internacional, seja como aluno e também como instrutor de cursos, participou nos dias 25, 26 e 27 de janeiro, na cidade de  Collipulli, Región de la Araucanía, no Chile, do 3º Curso Internacional de Emergências e Desastres,  ministrado por uma das equipes mais experientes e antigas a nível mundial, com experiência de atuação prática em diversas calamidades reais, a Resgate Internacional Topos AC, do México;

Durante três dias no Parque Santa Lucía, em Collipulli, os participantes estiveram em diversas oficinas e simulações, inclusive com o racionamento de água e comida, para uma realidade mais aproximada de uma situação de catástrofe. Participaram cerca de 60 alunos da Argentina, Chile e Brasil. E justamente nos dias que ocorriam o curso, uma tragédia atingiu o Brasil, com o rompimento da barragem em Brumadinho (Minas Gerais), mostrando assim, a necessidade de os órgãos de segurança pública estarem preparados para atuação em situações do gênero. No Vale do Caí também já aconteceram deslizamentos, inclusive com vitimais fatais.

Os Bombeiros Voluntários Caienses, além de possuir equipe capacitada e certificada, contam com uma gama de equipamentos para atuação em situações de desastre, onde inclusive em 2017 foi sede de um Curso Internacional de BREC, em parceria com a Associação dos Bombeiros Voluntários do Rio Grande do Sul – Voluntersul, e o grupo humanitário BRIAH do Chile.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here