Belle Kinzel, de 17 anos, tomou a iniciativa de fazer a campanha e teve o apoio das lojas caienses

A estudante caiense Belle Kinzel, de 17 anos, tomou a iniciativa de realizar uma campanha para proporcionar um dia muito especial aos idosos da Residência Geriátrica Amor à Vida. “Moro no bairro Navegantes e todas as vezes que ia para o centro passava pela frente do lar. E me deparava com a simpática dona Afonsina, que sempre adorou conversar e elogiar as pessoas que ali passavam”, conta, sobre a escolha pelo local beneficiado pela campanha.

Lojas do Caí fizeram as doações dos presentes e tiveram seus nomes divulgado num vídeo emocionante

Belle, que trabalha como modelo, além de proporcionar uma surpresa aos idosos, tinha a intenção de divulgar o comércio caiense, que enfrenta dificuldades em tempos de pandemia. “A minha intenção era arrecadar algumas doações para os 23 idosos”, diz, citando que cada loja que doasse seria divulgada no vídeo da campanha. “Poderia ser qualquer doação. O importante é que fosse de coração”, afirma. Além disso, cada família dos internos enviou um vídeo, mandando um recado, já que atualmente, em função do novo coronavírus, não estão sendo permitidas visitas ao lar de idosos.

A jovem modelo corria contra o tempo para preparar tudo. Em uma semana arrecadou 65 peças novas, de 24 lojas, entre elas calças, pantufas, jaquetas, moletom, toucas, meias de lã, saias, tênis, sapatilhas e perfumes. E numa manhã de domingo, de 26 de abril, foi marcado o tão esperado dia. Após tudo ser higienizado – embalagens e peças – foi iniciada a doação.

Foi um domingo de muita emoção

Dois profissionais de beleza acompanharam a entrega, aumentando a auto-estima das senhoras.  “Foi tudo com muita higiene”, diz, sobre os cuidados especiais. Participaram Fernando Chassot (fotógrafo), Kennedy Kurtz (barbeiro), Belle Kinzel (organizadora), Dienifer Becker (manicure) e Ana (representante do Salão Realce).

Quem esteve no lar, entregando os presentes, também ficou emocionado

“Foi das melhores experiências que eu já vivi. Ao olhar pra trás, pelas grades do lar, assim que terminamos todas as ações, senti que ali não havia somente idosos, mas sim muitas experiências vívidas. Histórias, paixões, casamentos, momentos nostálgicos que encheram meus olhos de lágrimas. Depois disso, acredito que, em tempos de crise, quem tem medo se esconde. E quem tem fé levanta e ajuda a erguer o próximo”, afirma.

Belle elogia a solidariedade dos comerciantes de São Sebastião do Caí. “Não esperava arrecadar tanto. As lojas ajudaram muito”, agradece. No final, os participantes fizeram um abraço com os cotovelos, mostrando a união em prol do próximo.

 

Fotos: Fernando Chassot

Publicado por Belle Kinzel em Domingo, 17 de maio de 2020

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here