Roque Cofferri fez a doação em Caxias do Sul, beneficiando três pacientes em estado grave - Reprodução/FN

Um morador de São Sebastião do Caí, de 58 anos, que contraiu o coronavírus e já está curado, fez no último sábado a doação de plasma do seu sangue para salvar pacientes que estão com a doença. O processo, que é pioneiro no Estado, está ocorrendo em Caxias do Sul. Roque Cofferri beneficiou três pacientes que estão internados na UTI. A doação ocorreu no Hemocentro Regional de Caxias, com os anticorpos do doador sendo transferidos aos pacientes através de transfusão, após ser comprovada a compatibilidade. Isso aumenta a esperança de recuperação de pacientes que estão em estado grave. O Hospital Virvi Ramos, de Caxias, adotou um protocolo já aprovado pela Anvisa para o uso de plasma convalescente no tratamento de pacientes internados em estado grave afetados pelo coronavírus.

Roque, que trabalha na empresa Conservas Oderich e é pai do secretário municipal de planejamento e desenvolvimento, Fernando Cofferri, o qual atualmente responde também pela Secretaria de obras, descobriu que teve coronavírus após realizar exame num laboratório particular em 30 de abril. Ele suspeitou que tivesse contraído o vírus porque no final de março, além de fraqueza, não estava sentindo sabor na comida e bebida. A perda de paladar é um dos sintomas da doença.

Depois de recuperado, Roque soube por um amigo sobre o procedimento que estava sendo realizado em Caxias. É que o primeiro paciente beneficiado pelo experimento é um conhecido seu. Na segunda-feira da última semana o caiense fez a entrevista e exames. Como tinha os anticorpos suficientes, foi convidado para ser doador. E não pensou duas vezes. Sábado passado fez a doação por cerca de 1h15. Os três pacientes beneficiados aguardavam com expectativa e deu tudo certo. E Roque saiu feliz, com o sentimento do dever cumprido, de poder ajudar na cura de uma doença que ele também teve e se recuperou.

No tratamento, o doador transfere para o paciente os anticorpos. São células de defesa de alguém que já se curou para beneficiar quem necessita. Pacientes curados do Covid-19, interessados em participar do processo, podem agendar atendimento pelos telefones (54) 3290 4543 e (54) 3290 4580 ou pelo Whatsapp (54) 98418 8487. Estão sendo convidados doadores homens, entre 18 e 60 anos, que tiveram a doença confirmada por meio do teste PCR e estão há mais de 28 dias recuperados.

Ouça a entrevista completa:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here