/Prefeitura do Caí

A semana tem sido de despedidas para as três médicas cubanas que trabalhavam em São Sebastião do Caí através do programa Mais Médicos. Elas pararam de trabalhar após determinação do governo de Cuba de sair do programa e de que teriam de voltar para o país de origem. A viagem está marcada para este sábado.

/Prefeitura do Caí

As médicas estavam alocadas na sede da Secretaria Municipal de Saúde, onde a médica Juana Silvia Ruiz Hechavarria trabalhava desde maio de 2014, na unidade básica de saúde (UBS) Navegantes, onde Lianet Rodrigues Arias estava desde setembro do ano passado, e UBS Loteamento Popular, onde Dayana Ruiz Acosta atendia também desde setembro de 2017. O período de permanência no Mais Médicos é de três anos, mas Juana casou com um brasileiro e pode estender sua permanência por mais três anos.

/Prefeitura do Caí

Para mostrar o valor do trabalho desenvolvidos pelos profissionais de Cuba na comunidade, as equipes das UBS Navegantes e Loteamento Popular promoveram confraternizações de despedida para suas agora ex-colegas. “Lamentamos a saída delas.Eram profissionais dedicadas, com um trabalho pela saúde e também pelo lado humano dos pacientes que conquistou a todos. Mas, infelizmente, não há nada que possamos fazer”, destaca o secretário municipal de Saúde, Diomar Machado Flores.

/Prefeitura do Caí

Release: Prefeitura Municipal de São Sebastião do Caí

Deixe seu comentário