Prejuízo para a agricultura caiense é estimado em mais de R$ 10 milhões - Crédito: Emater

A Prefeitura de São Sebastião do Caí, através do prefeito Clóvis Duarte, declarou ontem, quarta-feira, dia 29, situação de emergência no município em decorrência da estiagem.

Conforme levantamento da Emater e Secretaria Municipal da Agricultura, foram constatadas perdas em todas as culturas da agricultura, principalmente na fruticultura (citrus), gado leiteiro, milho, silagem e hortigranjeiros. Nas propriedades também está ocorrendo escassez de água, como em poços artesianos, açudes, córregos e até mesmo o rio Caí está com baixo nível de água, o que compromete o abastecimento. A falta de chuvas já está fazendo comunidades do interior conviver com cortes no fornecimento de águas para diversas famílias.

Levantamento da Emater aponta que todas as culturas da agricultura foram atingidas
– Crédito: Emater

No total, segundo levantamento, 1.140 produtores rurais do município já foram atingidos pela estiagem, em diversas localidades. O prejuízo é estimado em mais de 10 milhões de reais. O documento já foi enviado ontem mesmo para a Defesa Civil Estadual, que hoje, quinta-feira, deve realizar uma vistoria.

Conforme o secretário municipal de Assistência Social, Pedro Griebeler, que tem grande experiência na coordenação da Defesa Civil, após a homologação do Estado, o documento é enviado para Brasília. Ele cita que a Prefeitura já investiu R$ 135 mil para a contratação de caminhão pipa para abastecer de água propriedades do interior. Após o reconhecimento da situação de emergência, além da possibilidade de obtenção de recursos, principalmente os agricultores poderão prorrogar o pagamento de financiamentos para créditos rurais como do Proagro e Pronaf.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here