Major Vargas destacou a importância do videomonitoramento que está sendo implementado na cidade | Prefeitura/FN

Deve começar a operar em breve a central de monitoramento já instalada na sede da Brigada Militar de São Sebastião do Caí. “Estamos com a parte da estrutura concluída e nos próximos dias deve ocorrer o treinamento do pessoal que vai trabalhar no recebimento e encaminhamento das imagens.” As declarações são do comandante da Brigada Militar no município, Major Célio de Vargas, e feitas durante entrevista concedida na manhã de hoje ao programa da Administração Municipal na Rádio Comunitária Caiense (RCC).

Composto por 12 câmeras, o sistema já instalado na comunidade foi classificado como fundamental por Vargas. “Cada câmera é um homem a mais no policiamento da cidade. Elas serão nossos novos olhos de longo alcance, de 360 graus e nas 24 horas do dia. A sala está em fase de testes finais e, assim como ocorre em outras cidades, será essencial para qualificar o trabalho das forças de segurança.” O major ressalta que as imagens de possíveis delitos captadas pelo sistema podem inclusive ser apresentadas como prova em inquéritos policiais. “Isso é fundamental para que os criminosos sejam punidos. Além disso, saber que a área é monitorada fará com que os criminosos pensem duas vezes antes de agir.”

O major destaca, porém, que o ideal é ter um cercamento eletrônico na região. “O videomonitoramento será muito mais eficaz quando todos os municípios próximos tiverem câmeras operando. Hoje há cidades vizinhas ainda resistentes em implantar o projeto, mas mantemos contato permanente para ressaltar a importância do uso das câmeras de segurança.”

Comunidade parceira da Brigada resulta em baixos índices de violência

O comandante da Brigada Militar de São Sebastião do Caí destaca que apesar da proximidade com a Região Metropolitana de Porto Alegre, o Vale do Caí ainda é considerado tranqüilo. “O último registro de homicídio consumado nos dez municípios do nosso batalhão ocorreu em dezembro do ano passado. Isso é muito positivo e, aliado com outros baixos índices de delitos, me permite afirmar que ainda vivemos em um paraíso”, afirma o Major Célio de Vargas.

Segundo ele, a comunidade tem grande mérito nesse panorama. “A nossa população é parceira, informa qualquer anormalidade e sempre colabora com nosso trabalho. Agradecemos e reforçamos sempre que, apesar determos hoje grupos em aplicativos de mensagens com entidades, empresários e moradores de diferentes bairros, mas o popular telefone 190 segue sendo nossa referência.” Para que a situação relatada continue, o comandante afirma seu otimismo no incremento do efetivo da Brigada Militar na região. “O Governo do Estado determinou o ingresso de 2 mil novos integrantes para a Brigada e acredito que um bom número seja destinado ao Vale do Caí, com reforço do efetivo também no nosso município.”

Deixe seu comentário