A partir desta quinta-feira, dia 14, a equipe da Vigilância Ambiental, da Secretaria Municipal de Saúde de São Sebastião do Caí, iniciará um trabalho de Bloqueio de Dengue, conforme normas e orientações da Secretaria Estadual de Saúde. Esse trabalho é feito através da aplicação de fumacê nos locais onde há casos confirmados e suspeitos de Dengue.
A aplicação começará pelo no Bairro São Martim, onde se confirmaram os dois primeiros casos importados, oriundos de outras cidades. Segundo a Prefeitura, a aplicação vai ocorrer também nos demais bairros, conforme a demanda. Existem casos suspeitos e outros confirmados no Loteamento Popular, Conceição, Rio Branco, Centro e São Rafael. Vale ressaltar que vários desses casos são de pessoas que vieram de outros municípios, e a regra para a aplicação do inseticida é realizá-la no quarteirão onde aconteceram os casos, conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde.
A aplicação é realizada através de equipamento que é uma máquina costal, sob a orientação e o acompanhamento de um Agente de Endemias. Além dessa medida emergencial, os 10 Agentes de Endemias do município estão reforçando as visitas nas áreas de casos confirmados e suspeitos para a eliminação de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, nas imediações dessas residências.
Sobre o fumacê:
O fumacê é uma estratégia encontrada pelo governo do estado para controlar as populações de mosquitos adultos. Uma equipe vai passar com a máquina costal, que espalha uma espécie de nuvem de fumaça com baixas doses de um inseticida, o qual elimina a maior parte dos mosquitos adultos.
Mas esta estratégia só é utilizada com a autorização e acompanhamento de Técnico da Vigilância e em condições climáticas favoráveis.
Conforme a Vigilância Ambiental do município, o fumacê começará a ser aplicado nesta quinta-feira, em um raio de aproximadamente 150 metros do caso suspeito ou confirmado de Dengue, conforme orientação do Estado.
A equipe de endemias já vinha alertando para que a população redobrasse os cuidados, ainda mais neste momento, em que a Dengue já é um surto em muitos municípios do Estado e inclusive da região.
A Vigilância Ambiental solicita aos moradores que estejam em casa no momento da aplicação, para que se possa chegar até o jardim ou quintal da casa. A informação é que o produto novo que está sendo aplicado em todo Estado é bem menos tóxico para as pessoas que o pulverizado nos anos anteriores, mas é preciso seguir algumas orientações.
Orientações para os moradores:
– O inseticida Cielo – utilizado neste fumacê – é espalhado por uma máquina presa às costas do agente aplicador, que transforma o inseticida em uma névoa com gotas muito pequenas, capazes de flutuar no ar e matar os mosquitos.
– É necessário abrir portas e janelas da casa para que o inseticida alcance os mosquitos que estão no interior da casa.
– É preciso cobrir os alimentos dentro da casa, os filtros de água, tirar as roupas do varal, cobrir as gaiolas de passarinhos.
– Pessoas com problemas alérgicos, respiratórios, em situação de saúde precária, crianças, idosos, gestantes e animais domésticos devem evitar ficar na frente da casa por uma hora após a aplicação.
ATENÇÃO!
• Fique atento a todo e qualquer recipiente de água parada
• Utilize repelente
• Se tiver algum sintoma procure uma Unidade de Saúde.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here