Cássio estuda na escola Felipe Camarão e seus colegas se mobilizaram para lhe dar uma cadeira motorizada /Reprodução/FN

Iniciativa de amigos e colegas de Cássio Monteiro traz uma nova expectativa de vida para caiense portador de deficiência

Cássio Eduardo Lino Monteiro tem 25 anos e cursa o ensino médio na Escola Felipe Camarão.

Pouco depois de nascer ele foi acometido de uma doença muito grave que atingiu principalmente as suas pernas, o deixando sem condições de caminhar. Ainda recém nascido

Ele sobreviveu graças aos esforços da sua mãe, Lélia Lino, com quem vive na rua Henrique D´Ávila e uma irmã chamada Camila.

Cássio tem uma velha cadeira de rodas, em condições muito precárias, com ela, é bem difícil de andar na rua.

O empresário Lítor Werner, que é vizinho de dona Lélia e seus filhos, sensibilizou-se com o problema dos vizinhos e deu ao Cássio um computador. O que o está ajudando muito nos estudos. Tanto que ele está indo bem na escola.

/Maria Eduarda Goulart/FN

VAKINHA

Os colegas de aula, assim como os professores ajudam Cássio a superar as dificuldades causadas pela sua deficiência física.

Um colega chamado Eber Boeno Correa Leite tem especial atenção com Cássio e foi ele que deu a ideia de inscrever Cássio no site Vakinha.

Assim, através do computador e da internet, as pessoas podem contribuir para que Cássio receba os R$9 mil que são necessários para a compra de uma cadeira de rodas elétrica.

COMO AJUDAR
A coleta de donativos começou há pouco mais de um mês e já foi arrecadada a soma de R$2.420,00. As doações podem ser feitas até o dia 15 de março do ano que vem e, portanto, a possibilidade de êxito é bastante grande.

Quem quiser ajudar pode fazer a sua contribuição clicando aqui. Até a tarde de ontem foi arrecadado 26% do valor necessário.

Deixe seu comentário