Crédito: Cathierine Hoffmann/Divulgação

Apesar dos transtornos e limitações impostos pela pandemia da Covid-19, a comercialização de peixes em Salvador do Sul, durante a Semana Santa teve saldo considerado positivo pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. A estimativa é de que tenham sido vendidas cerca de 25 toneladas pelos piscicultores salvadorenses.

Desse montante, 3,8 toneladas de carpas saíram dos tanques do Parque Affonso Christóvão Wallauer, onde ocorreu a tradicional Feira do Peixe Vivo (foto), na quarta e na quinta-feira da semana passada. Uma das novidades nessa edição foi o oferecimento de serviço de tele-entrega.

“A expectativa nossa era boa, mas foi superada”, afirma Adriano Kafer, cuja família disponibilizou os peixes na feira. Diversos piscicultores realizaram a venda diretamente em seus açudes, fornecendo pescado para outras feiras e também para supermercados da região e da Grande Porto Alegre.  “Disponibilizamos peixes de qualidade e comercializamos as cinco toneladas projetadas”, assinala Valdir Schwab “Pait”, que há muitos anos atua no ramo.

Apesar da oferta de tele-entrega, o movimento foi significativo no parque salvadorense. Contudo, o local contou com espaçamento e atendimento de um cliente por vez, para garantir a segurança sanitária do público.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here