Crédito: Arquivo/FN

Recentemente, foi realizada a apresentação do relatório do trabalho de reestruturação do patrimônio da prefeitura de Salvador do Sul. A ação envolveu servidores municipais e teve supervisão da empresa Gestão A+. Conforme o documento, os bens do poder público municipal salvadorense somam um valor de, aproximadamente, R$ 6 milhões.

O trabalho, que levou quase dois anos para ser concluído, compreendeu a execução de um levantamento físico de todos os bens patrimoniais móveis, coletando as características de cada um, o estado de conservação, a localização e a classificação contábil. Após as conferências físicas, foi realizada a avaliação, com coleta de cotações de preços, aplicações de fórmulas matemáticas e elaboração de planilhas para automação dos cálculos.

O prefeito Marco Aurélio Eckert (MDB) parabenizou os servidores pelo empenho. “Com esse relatório oficial poderemos fazer agora o leilão de equipamentos antigos e se desfazer de materiais sem mais qualquer utilidade”, afirma.

Conforme o supervisor Gustavo Wohlgemuth de Souza, um dos principais desafios enfrentados pela comissão patrimonial foi a desatualização dos registros quando o trabalho foi iniciado. Concluído o relatório, foram inventariados mais de 7,2 mil bens públicos

Deixe seu comentário