Angéli Colling vem desenvolvendo importantes pesquisas - Reprodução/FN

Após receber dois dos principais prêmios de engenharia e ciência no Brasil, sendo um deles o Prêmio Santander Universidades com a sua tese de doutorado, a pesquisadora e engenheira de biotecnologia de Pareci Novo Angéli Colling, em conjunto com grupos de pesquisadores da Áustria, Malásia e Alemanha, publicaram um trabalho que vem chamando a atenção do mundo.

Dirigíveis são menos poluentes e oferecem menor custo para o transporte
– Crédito: Reprodução

A pesquisa, inicialmente publicada na Revista Internacional Energy Conversion and Management, chamou a atenção da NBC News, importante rede de notícias americana, que publicou uma matéria sobre o artigo em agosto. Ao longo da reportagem, o coordenador da equipe, Julian Hunt, explica que a importância do trabalho está relacionada principalmente à forma de transportar mercadorias nas próximas décadas. Atualmente, o setor de transportes marítimos são os principais contribuintes para as emissões de CO2 (dióxido de carbono, um dos principais gases de efeito estufa e do aquecimento global). Com a proposta do artigo, pela utilização de dirigíveis, ocorreria menor emissão de gases de efeito estufa e poluição. “Estamos tentando reduzir ao máximo as emissões de dióxido de carbono por causa do aquecimento global”, disse Julian Hunt, pesquisador do Instituto Internacional de Análise de Sistemas Aplicados em Laxenburg, na Áustria. O artigo na íntegra é encontrado sob o título de Using the jet stream for sustainable airship and balloon transportation of cargo and hydrogen.

Também, em 2016, Angéli publicou em parceria com outros autores da Universidade Federal do Rio de Janeiro, um artigo chamando atenção para a redução do consumo de energia elétrica e emissão de gases de efeito quando nossos resíduos são reciclados. “Nesses dois artigos buscamos melhorar os temas de reciclagem, eficiência energética e menor emissão de gases poluentes, ou seja, temas que impactam diretamente a vida das pessoas. No dia-dia, muitas vezes, as pessoas não percebem o impacto da ciência, pois o que estamos utilizando hoje, algum pesquisador começou a pesquisar anos atrás e são exemplos disso o desenvolvimento de medicamentos e tecnologias. Para o progresso da sociedade é essencial que os pesquisadores estejam sempre olhando para o futuro pensando de que forma poderão contribuir com a qualidade de vida das pessoas”, explica Angéli.

A engenheira também relata a importância da ligação com pesquisadores de outros países. “A cooperação é essencial para o progresso na ciência, assim podemos caminhar juntos na vanguarda do conhecimento” concluiu. Atualmente, ela segue trabalhando em pesquisas na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e realiza projetos em parceria com as empresas.

Transporte por dirigível

Em entrevista para a Rádio América, Angéli falou sobre o trabalho relativo ao aproveitamento de dirigíveis não tripulados para o transporte de carga. Com velocidade que pode alcançar até 400 KM/h, navegando através de correntes de ar, os “grandes balões” podem ser retomados como um transporte para o futuro. Eles surgiram por volta de 1709, tendo como um dos pioneiros o padre jesuíta Bartolomeu de Gusmão, que conseguiu fazer um balão de ar quente. Já em 1852, em Paris, ocorreu o primeiro vôo de um balão dirigível. Depois, em 1898, o brasileiro Alberto Santos Dumont voou com sucesso na capital francesa, em seu primeiro dirigível.

Um dos dirigíveis mais conhecidos foi Zeppelin, que transportava de 20 a 24 passageiros e cerca de 36 tripulantes. Ele percorreu mais de 500 mil quilômetros, transportando pelo menos 17 mil pessoas. Após um desastre nos Estados Unidos em 1937, quando uma explosão resultou em 97 mortes, o transporte por dirigíveis perdeu força, ocorrendo investimentos na aviação.

Agora com novas tecnologias e muito mais segurança, os pesquisadores buscam retomar o transporte por dirigíveis. Angéli ressalta que causam menos poluição e acredita que os estudos podem avançar, tornando-se um importante meio de transporte. A pesquisadora salienta a importância da ciência buscando melhorar a vida das pessoas. Por isso ressalta como é importante investir em pesquisas e estudos.

Os dirigíveis podem representar o futuro do transporte de cargas de forma mais segura e com menos impacto ambiental. Com materiais mais seguros, de alta tecnologia, podem receber investimentos para substituir outras formas de transporte de maior risco e custo. Consumindo menos combustível que aviões, sem utilizar estradas, têm grande capacidade de carga e autonomia de voo. Ocupa pouco espaço, pode subir e baixar verticalmente. Portanto, pode ser o meio de transporte do futuro.

 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here