Prefeito de Pareci Novo foi eleito presidente da AMVARC e estuda a possibilidade de concorrer a Prefeitura de Montenegro - Arquivo/FN

Um dos eventos mais esperados para o último domingo, dia 24, dentro das comemorações do 27º aniversário de Pareci Novo, era o lançamento da 7ª Citrusflor. O lançamento estava previsto para ocorrer a partir das 19h, na Sociedade Cultural de Pareci Novo, com a apresentação dos vestidos das soberanas e anúncio do principal show da festa, que vai ocorrer entre 7 e 10 de novembro junto a Praça Municipal. A expectativa era do anúncio de um grande show sertanejo. Só que o lançamento da Citrusflor acabou sendo adiado.

Segundo a Prefeitura, em seu facebook, o motivo da transferência seria problemas técnicos. E uma nova data ainda será marcada para o lançamento da festa e divulgação da programação. Conforme o prefeito Oregino José Francisco, em entrevista na Rádio América ontem, “não houve respeito com relação ao que foi acertado sobre o show”. “Faltando apenas 5 horas para o anúncio do show da Citrusflor, a mesma dupla sertaneja foi anunciada para outro evento antes na região”, protestou Oregino. Mesmo assim, o prefeito garantiu que terá um grande show na Citrusflor e que o anúncio deve ocorrer no lançamento que deve ocorrer no próximo mês de abril.

Eleito presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (AMVARC) na última sexta-feira, em assembléia de prefeitos realizada no campus da UCS do Caí. Entre as prioridades, segundo Oregino, além da redução do impacto das enchentes, está a busca por recursos para uma nova ponte entre Caí, Pareci Novo e Harmonia, já que as atuais pontes estreitas do Matiel se tornaram um entrave para a região. Também citou a necessidade de melhorias nas rodovias e os pagamentos dos repasses atrasados do Estado para os hospitais, principalmente para o Hospital Montenegro, que atende gratuitamente através do SUS. Outras demandas de interesse da região, como o videomonitoramento regional, também serão priorizadas.

Sobre seu futuro político, ainda na semana passada, durante entrevista na Rádio América, Oregino disse que estuda a possibilidade de concorrer a prefeito de Montenegro, município onde tem um apartamento. Isso já tinha sido cogitado em 2012, quando ainda era prefeito no Pareci, cidade em que pode concorrer a reeleição no próximo ano. A decisão deve ficar mais para o final do ano, após realização de pesquisas nos dois municípios. Por enquanto ele diz que está focado na Administração Municipal do Pareci e como presidente da AMVARC.

Deixe seu comentário