Silvana Schons tinha aceitado o convinte de Gustavo Zanatta e Cristiano Braatz, mas depois alegou motivos particulares para não assumir a Secretaria da Saúde - Reprodução/FN

Os dois primeiros anúncios do secretariado municipal do prefeito eleito de Montenegro, Gustavo Zanatta (PTB), e de seu vice Cristiano Braatz (MDB), são de mulheres que vão comandar duas das mais importantes secretarias do futuro governo.

A professora Ciglia da Silveira já tinha sido anunciada na semana passada como a próxima secretária municipal de educação e cultura. E hoje, segunda-feira, foi confirmada a nutricionista Silvana Schons, ex-chefe da Vigilância Sanitária do município, como a futura secretária municipal de saúde.

Silvana Schons na saúde

Na manhã de hoje, Zanatta e Cristiano conversaram com Silvana e ela aceitou o desafio de fazer parte do novo governo, eleito dia 15 de novembro. Na escolha da nutricionista, pesou fortemente seu perfil técnico e o alinhamento com as propostas de governo do novo prefeito. Silvana ingressou na Prefeitura em 1987, como agente administrativa. Depois, em novo concurso, foi nomeada como nutricionista, função na qual trabalhou por muitos anos, sempre ligada à Vigilância Sanitária. Ela é autora do programa Pequenos Vigilantes, iniciativa que conquistou reconhecimento nacional ao levar para a sala de aula orientações sobre cuidados com a higiene dos alimentos, formando, desde a infância, consumidores mais conscientes.

No total são 35 anos como servidora pública. Nos últimos cinco anos, Silvana foi a coordenadora do serviço de Vigilância e a vivência nesta área aponta para uma de suas preocupações no cargo de secretária. “Tão importante quanto garantir o atendimento médico, é trabalhar na prevenção às doenças”, define. Segundo ela, Zanatta e Cristiano possuem compromissos de campanha que irão nortear o seu trabalho, incluindo a manutenção de iniciativas que deram certo e a ampliação de outras, como a extensão do atendimento até as 23h na UBS do Centro. “A ordem é trabalhar e oferecer à comunidade serviços públicos de qualidade”, enfatiza. “É uma honra receber o convite. Vou dar o meu melhor”, completou.

Outra grande preocupação diz respeito à Pandemia do novo coronavírus. Silvana lembra que, enquanto não houver vacina, será preciso manter a estrutura de atendimento e ampliar as ações de prevenção. “Há muitos desafios nesta área, mas com coragem e disposição, trabalhando em rede e construindo parcerias, vamos enfrentar cada um deles, ouvindo a comunidade e valorizando a nossa força de trabalho”, conclui.

Ciglia Silveira na educação

Primeiro anúncio foi de Ciglia Silveira na educação
– Reprodução/FN

A professora Cíglia da Silveira, de 62 anos, responderá pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura no governo Zanatta/Cristiano. Ela aceitou o convite do prefeito eleito e classifica o comando da Smec como um desafio e uma grande responsabilidade.

Cíglia já trabalhou na Smec nos governos Ivan Zimmer, Madalena Bühler e Percival de Oliveira, como coordenadora de anos iniciais e de Educação Infantil. Neste período, destacou-se na formação das equipes. Com 42 anos de dedicação ao Ensino, Ciglia atuou nas redes municipal, estadual e particular. Lecionou no Magistério e contribuiu diretamente na formação de inúmeros educadores. “Com o apoio da equipe, queremos fazer um trabalho bom pela Educação. As nossas crianças, os adolescentes e a comunidade merecem”, afirma.

A nova secretária já havia recebido convite quando Gustavo Zanatta concorreu a prefeito em 2016. “Desde então, sempre que ele me encontrava, me chamava de ‘minha secretária’”, recorda a professora. O prefeito eleito destacou que o nome de Cíglia é fruto da indicação de muitos educadores. “A gente sempre pensou nisso. Estamos felizes por ela ter aceito, principalmente porque a nomeação atende aos desejos dos professores e funcionários”, afirma Zanatta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here