Em menos de um mês, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Vigilância Sanitária, detectou cerca de 20 focos de Aedes aegypti no bairro Centenário. Os Agentes de Combate a Endemias identificaram larvas do mosquito em ruas como Porto Belo; Tramandaí; Guarapari; Florindo Machado; Alberto Gottselig; Simões Lopes Neto; e Maurício Cardoso.

Segundo a Vigilância em Saúde, Montenegro está em estado de alerta para as doenças transmitidas pelo vetor Aedes aegypt: dengue, febre Chikungunya, Zika vírus e febre amarela urbana. Durante o ano de 2018, o município teve o número de 65 focos de Aedes aegypti detectados na cidade. Já em 2019, as equipes detectaram cerca de 67 focos, em menos de 3 meses. As larvas, quando encontradas pelos Agentes de Saúde, são analisadas no Laboratório de Entomologia e depositadas em devido lugar.

Limpar e vedar a caixa d’água, eliminar água parada de potes e vasos de flores, assim como eliminar o lixo de forma consciente, são algumas das ações importantes para a prevenção contra o mosquito transmissor.

O trabalho dos Agentes de Combate a Endemias é realizado em conjunto com a população. Todas as ações de combate partem do pressuposto de que todos os cidadãos, de todos os bairros da cidade, estejam comprometidos também no efetivo do controle do mosquito Aedes aegypti. As equipes buscam conscientizar os moradores, a fim de evitar uma proliferação do mosquito transmissor das doenças.

Neste ano foram registrados dois casos de Dengue em Montenegro. Os atingidos são um casal que viajou para o Nordeste, que passou por tratamento e está bem. Não foi registrado nenhum caso contraído no próprio município, mas como tem o Aedes aegypti circulando existe o temor que isso possa acontecer. Por isso a importância da prevenção.

Em caso de denúncias, a população deve entrar em contato com a Vigilância pelo telefone 3632-1113.

Arte: ACOM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here