Após carreata, motoristas do transporte escolar se reuniram com representes da Prefeitura - Crédito: Guilherme Baptista/FN

Na manhã desta quinta-feira, dia 30, um grupo de transportadores escolares fez uma carreata por várias ruas de Montenegro. As vans saíram do bairro Timbaúva e do trevo da Comauto, se dirigindo até a frente da Prefeitura, no centro da cidade.

Conforme o vereador Felipe Kinn, que trabalha com o transporte escolar, foi encaminhado um requerimento, através da Câmara de Vereadores, pedindo um auxílio ao município, no valor de 500 reais, devido aos prejuízos sofridos decorrentes da pandemia, que causou a suspensão das aulas. Ele explica que as empresas e motoristas investiram para atender os alunos, mas estão mais de quatro meses parados, sem receber e não tem como arcar com as despesas. Felipe ressalta que abre mão do auxílio, mas lamenta que os colegas estão com dificuldades até para manter suas famílias. Ele calcula que cerca de 40 transportadores estão sofrendo com a paralisação.

Um dos transportadores, Manoel Tiago Negruni, que atua no ramo faz mais de vinte anos, conta que está trabalhando com marmitas e outros serviços, mas mesmo assim não consegue pagar as dívidas que contraiu. “Outros colegas estão numa situação muito pior”, lamenta.

Após a carreata, um grupo de transportadores foi recebido por secretários municipais, já que o prefeito tinha outro compromisso agendado. Uma comissão deverá ser formada para se reunir com o prefeito nos próximos dias.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here