Prefeitura obteve liminar na Justiça para que o atendimento fosse manido - Arquivo/FN

Desde a exoneração da ex-secretária da saúde, Ana Maria Rodrigues, em 8 de agosto, é grande a expectativa sobre quem vai assumir como novo titular da pasta. A demissão de Ana Maria causou surpresa, já que ela vinha atuando como secretária em três administrações. A saúde é considerada uma das secretarias mais importantes do município.
A idéia inicial do prefeito Carlos Eduardo Müller, o Kadu, era anunciar um novo secretário já na semana seguinte. Mas isso não aconteceu. Já se passaram duas semanas e é o próprio prefeito quem tem respondido pela Secretaria da Saúde. “Vou todo dia de manhã lá. A equipe técnica é excelente”, informou, sobre o trabalho na Secretaria da Saúde, que tem sua sede no bairro Timbaúva. “Não tem previsão de anúncio de novo secretário. Não tem prazo”, declarou, citando que um colegiado tem auxiliado na coordenação dos trabalhos.

Sobre a sindicância que apura possíveis irregularidades na Secretaria da Saúde, Kadu disse, durante o programa Notícias da Manhã, da Rádio América, que os trabalhos têm prazo de 60 dias, prorrogáveis por mais 30. “Estão sendo ouvidas as pessoas em oitivas. Não queremos deixar dúvidas”, enfatizou, sobre a transparência. “Estou com um veículo que deveria atender a comunidade e está parado por trâmite burocrático”, completou, sobre um automóvel Ford Ka que foi adquirido pelo município para a área da saúde, mas que está com seus documento em nome de uma empresa de Minas Gerais e em situação de inalienável até maio de 2019, ou seja, só no próximo ano poderá ser transferido para a Prefeitura, o que causou questionamentos. Este teria sido o motivo do afastamento da secretária e da abertura de sindicância. Com isso, está sendo apurado se ocorreram irregularidades, quem seriam os envolvidos e se também aconteceram outros problemas.

Kadu elogia o trabalho de Ana Maria e não descarta que ela volte a atuar na Administração Municipal. Em declarações em redes sociais, através de seu perfil no facebook da internet, Ana Maria agradeceu a solidariedade dos amigos. “Na certeza do dever cumprido, sigo em frente de cabeça erguida e consciência tranquila. Não fiz nada de errado. A verdade virá a tona. Acredito na justiça. A sindicância vai provar”, declarou. “Quero reafirmar que tudo que fiz foi por amor ao meu trabalho e às pessoas. Pequei por excesso talvez, mas nunca pela omissão”, completou.

 

Deixe seu comentário