No atual local da Biblioteca de Montenegro, no Parque Centenário, os dois aparelhos de ar condicionado, na parte adula e infantil, estão estragados - Guilherme Baptista/FN

Fechada desde dezembro de 2012, a Biblioteca Pública Municipal Hélio Alves de Oliveira está com seu prédio no centro em reformas desde novembro de 2018 e deve retornar às atividades já nos próximos meses. Quem conduz os trabalhos no local é a empresa Upper Engenharia Eireli, sob a fiscalização da Secretaria Municipal de Obras Públicas.

Obra da Biblioteca, no Centro Cultural, deve estar pronta em março
– Crédito:Prefeitura

Nesta segunda-feira (dia 4), o prefeito Kadu Müller esteve no local e acompanhou parte dos trabalhos. O Secretário Municipal de Obras Públicas, Argus Machado, a Secretária Municipal de Educação e Cultura, Rita Júlia Carneiro Fleck, e a Engenheira da SMOP, Tatiane Barbosa, também participaram da visita às obras.

Além da reforma da Biblioteca Pública Municipal, também são promovidas intervenções no Teatro Roberto Atayde Cardona. O contrato, que tem um valor total de investimento de R$ 279.225,00 com recursos próprios, prevê colocação de divisórias, forro de gesso, forro de PVC e de revestimentos, troca de piso, instalação de guarda-corpo, troca e recuperação de esquadrias, pintura, instalação de transporte vertical (plataforma elevatória), instalações elétricas, instalações hidráulicas e pluviais.

Prédio da Biblioteca, no Centro Cultural, está fechado desde 2012 e agora obras estão sendo concluídas
– Arquivo/FN

O prefeito disse que a obra está dentro do cronograma e deverá ser concluída no próximo mês de março. “Talvez não na sua integralidade. Mas já poderá ocorrer a mudança do Centenário de volta para o centro”, afirma Kadu. O teatro Roberto Cardona (auditório do Centro Cultural), que tem o mesmo hall de entrada e também os banheiros, ambos em obras e que por isso está fechado faz bastante tempo, poderá ser entregue junto. Após a conclusão das obras, terá que ser feita toda a mudança dos livros, mobiliário e materiais. E a aprovação do plano de prevenção de incêndio ( PPCI) pelos Bombeiros. “A nossa expectativa é de reinaugurar talvez em maio, no mês de aniversário de Montenegro”, espera Kadu, acreditando que poderá ser um presente de aniversário para a comunidade.

Biblioteca atual não tem condições
Após ser fechada no Centro Cultural para a realização das obras, a Biblioteca chegou a funcionar provisoriamente num prédio alugado e desde o início de 2013 está no antigo restaurante do Parque Centenário. Era para ser um local temporário, mas já se passaram mais de seis anos. A reforma do prédio, no Centro Cultural, foi interrompida em 2017, quando da Operação Ibiaçá que investiga irregularidades no governo anterior. Outra licitação teve que ser feita e uma nova empresa assumiu os trabalhos.

Além da distância do centro, o local atual é inadequado. Recentemente sequer tinha luz, devido aos problemas de na rede de eletricidade no Parque Centenário. Agora os dois aparelhos de ar condicionado – na parte adulta e na infantil, estão estragados. Com o calor intenso, fica impossível permanecer no local. Justamente numa época de férias que os estudantes poderiam aproveitar para pesquisar e ler livros. Mas a Biblioteca não tem praticamente nenhum movimento.

Novos aparelhos devem ser instalados até quarta-feira. Mas tanto os leitores, como os próprios funcionários, contam os dias para que a Biblioteca volte para a sua “casa”, no Centro Cultural. E com isso, poderá voltar a funcionar também o restaurante que é necessário no Parque Centenário.

Deixe seu comentário