Morador do bairro Industrial teve sua casa inundada e buscou abrigo no alto de numa casinha de brinquedo de uma pracinha, junto com 12 cachorros - Crédito: Talis Ferreira

No início da tarde de ontem, quarta-feira, dia 6, foi resgatado um flagelado que em razão de enchente na sua casa tinha passado a noite em cima de uma casinha de brinquedo da pracinha do bairro Industrial, em Montenegro. Após solicitação de moradores do bairro, o vereador Talis Ferreira esteve no local, na Rua Otaviano Moojen, onde o flagelado estava abrigado sob uma lona, com doze cães, entre eles uma cadela com sete filhotes

Paulo explicou que sua casa foi tomada pela água da enchente. Ele foi então para a pracinha do bairro Industrial, que também ficou alagada. E então buscou abrigo num brinquedo mais alto. Talis acionou a Defesa Civil. E fez o mesmo com relação a um senhor cadeirante que ficou ilhado dentro de sua casa. Eles foram resgatados pela Defesa Civil e Bombeiros de Montenegro, e levados para serem abrigados em local com segurança.

Cadeirante também foi resgatado pelos Bombeiros
– Crédito: Talis Ferreira

Os cães também foram resgatados pelos bombeiros. A atitude do flagelado, que se preocupou em cuidar dos animais, assim como do vereadores e dos bombeiros, foi elogiada em postagem da Associação Montenegrina dos Guardiães dos Animais (Amoga).

A Defesa Civil, com apoio da Guarda Municipal e dos Bombeiros, também auxiliaram na retirada de outras famílias, que foram para a casa de parentes. Algumas ruas, como Fernando Ferrari e Ivan Zimmer com Apolinário de Moraes,e Tobjorn Weibull, perto da Tanac, assim como trechos dos bairros Industrial e Ferroviários, foram interrompidos devido a enchente.

A Defesa Civil reforça pedidos de atenção junto à comunidade e ressalta que qualquer necessidade relacionada a danos causados pelo mau tempo, os atingidos devem contatar a própria Defesa Civil pelo telefone 153 ou pelo telefone 051 98502-3305.

Pela régua da CPRM, a cota de inundação em Montenegro inicia em 6 metros. O rio chegou a 7m35cm no início da noite de ontem, quarta-feira, por volta de 18h15. E a partir daí começou a baixar lentamente. Por volta de meia-noite e 15 estava em 7m16. A preocupação é com a previsão de mais chuva e por isso a Defesa Civil permanece em alerta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here