Diovana Isadora Macedo, de 24 anos, foi morta com vários tiros - Reprodução/FN

Diovana Isadora Macedo, de 24 anos, moradora de Parabé, no Vale do Paranhana, foi morta com vários tiros no peito, no último dia 17 de janeiro. O seu corpo foi encontrado num lixão da cidade de Alvorada.

Nesta última semana a Polícia Civil concluiu o inquérito sobre o assassinato da jovem. Conforme apurou a investigação, o marido da vítima, de 27 anos, que está preso na Penitenciária Estadual de Montenegro, na localidade do Pesqueiro, de dentro da cadeia teria ordenado a execução da esposa. Na última quarta-feira a Polícia cumpriu mandado de prisão preventiva na Penitenciária. O acusado, que já estava preso por tráfico de drogas, teria descoberto que a mulher estaria se relacionando com outra pessoa.

Na cela do criminoso, que não teve o nome divulgado, os policiais apreenderam 14 celulares. A Polícia ainda investiga o envolvimento de mais pessoas no crime, entre eles familiares. A jovem deixou uma filha, de 3 anos, que teve com o acusado de ordenar o homicídio dela.

A Polícia ainda está atrás do acusado de matar a jovem. Além da Penitenciária de Montenegro foram cumpridos outros mandados, em Taquara e Parobé. Durante as buscas em casas de parentes do suspeito, foram apreendidos cartões, celulares, R$ 90 mil em dinheiro e outros objetos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here