Faz dois anos que a ponte no sentido Montenegro/Porto Alegre está interditada, causando congestionamentos - Crédito: Lisi Oliveira

Antes da Páscoa, em abril do próximo ano, deverá estar liberado o trânsito na ponte em obras sobre o rio Caí, no quilômetro 427 da BR 386 (Tabaí/Canoas), divisa de Montenegro com Nova Santa Rita.

Devido ao estreitamento de pista, os congestionamentos no trecho são constantes
– PRF/Reprodução

A ponte está interditada faz dois anos, quando foi informado que corria o risco de ruir, mas as obras completaram apenas quatro meses, tendo 25% dos trabalhos concluídos. Conforme o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), atualmente os trabalhos se concentram na parte de baixo da ponte. A previsão era de concluir a recuperação em fevereiro de 2019, mas a licitação atrasou e o contrato só foi assinado em janeiro deste ano. O investimento previsto é de R$ 9,9 milhões.

Em razão da interdição para as obras, com o estreitamento os congestionamentos são constantes, já que a velocidade limite no local é de 40 Km/h. Próximo da ponte, no trecho de Montenegro, está prevista a implantação de uma praça de pedágio.

Deixe seu comentário