Anúncio ocorreu durante reunião na Câmara de Vereadores - ACOM/Câmara

A partir de março do próximo ano a Prefeitura de Montenegro deverá implantar um plantão médico 24 horas nas dependências da Secretaria Municipal da Saúde (Assistência), no bairro Timbaúva. Isso deverá desafogar o plantão do Hospital Montenegro (HM), que prioriza atendimentos graves, de urgência e emergência. O pronto-atendimento, na Timbaúva, deverá funcionar todos os dias, inclusive aos finais de semana e feriados.

Durante reunião proposta pelo vereador Felipe Kin Menezes (MDB), quarta-feira, dia 19 de dezembro, a secretária municipal da saúde, Cristina Reinheimer, confirmou a instalação do plantão médico municipal a partir de março de 2019 “Todo atendimento que estava sendo assumido pelo HM vai passar para nós, na Secretaria. Desde o último dia 6, a Secretária Municipal da Saúde vem mantendo tratativas com o Hospital Montenegro nesta etapa de transição”, completa a secretária. Conforme Cristina, a equipe na “Assistência” será composta por dois Médicos, um Enfermeiro, dois Técnicos de Enfermagem e um funcionário administrativo, entre outros profissionais. “Estamos organizando a estrutura para fazer a implantação. Há necessidade de pequenas reformas na estrutura física”, completa. Cristina acrescenta que, quando o serviço estiver funcionando, a Secretaria da Saúde deverá assumir o atendimento das chamadas “fichas azul” e “fichas verde”. Pelo protocolo de Classificação de Risco adotado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), as “verdes” destinam-se a usuários que necessitam de um atendimento “pouco urgente” (tempo de espera: até 4 horas), que são casos como vômito e diarreia, enxaqueca, dor moderada; e a chamada “ficha azul” é para os “não urgentes”, de menor complexidade (até 6 horas de espera no hospital).

         “Há toda uma parte legal que tem de ser observada”, ressalta Marilisse Belmonte, da assessoria jurídica da Secretaria da Saúde, complementando o serviço de pronto-atendimento prestado pelo HM. “O prefeito está muito favorável a nossa ideia, que está de acordo com o interesse do Município, de proporcionar uma melhor saúde para a população”, diz a secretária, observando que a indicação do Vereador veio corroborar com o propósito da Administração.

         Na visão da Secretária, o Hospital está de acordo com o que vem sendo feito, pois há um trabalho de transição, em conjunto. Acrescenta que, com o apoio do HM à passagem do serviço de atenção básica em saúde para a Prefeitura, o Município poderá se somar na luta para a conquista, pela casa de saúde, do atendimento de casos de alta complexidade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here