Obras já estão ocorrendo no trecho de Montenegro e cobrança só deve iniciar quando rodovia estiver em boas condições - Crédito: CCR ViaSul

A partir de fevereiro do próximo ano deve começar a funcionar a praça de pedágio na BR 386 (Tabaí/Canoas), em Montenegro, perto da ponte sobre o rio Caí e da divisa com Nova Santa Rita. O valor da tarifa deverá ser de R$ 4,30 (valor que poderá sofrer reajuste da inflação) para carros de passeio, pagando nos dois sentidos.

Desde fevereiro deste ano a empresa CCR ViaSul, que ganhou a concessão da BR 386, está realizando melhorias na rodovia. E as obras devem se intensificar a partir de agosto. É que a cobrança só deve ocorrer após a pavimentação estar em boas condições e os serviços em funcionamento. O maior problema atualmente são os buracos e desníveis no asfalto, que tem causado danos em veículos e aumenta o risco de acidentes. Com a chuva dos últimos dias a situação ainda piorou. Em entrevista na Rádio Gaúcha, o gestor de atendimento e operações da CCR Viasul, Fausto Camilotti, garantiu que em dois meses a maioria dos problemas estarão resolvidos.

A partir de 15 de agosto deve ocorrer uma grande mobilização da concessionária para realizar as melhorias e implantação de serviços como de guincho, atendimento médico e mecânico. Emergencialmente estão previstos serviço de tapa-buraco, limpeza, corte de grama, melhorias na sinalização e outras ações. Além de Montenegro, na BR 386 terão pedágios em Paverama, Fontoura Xavier e Victor Graeff. Já na BR 101 terá praça de pedágio no quilômetro 35, em Três Cachoeiras.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here