Prisões e apreensões ocorreram no morro Bela Vista (Volta do Morro), contando inclusive com helicóptero da Polícia - Crédito: Polícia Civil

Realizada na tarde desta quarta-feira, dia 8, a Operação Íris ocorreu no Bairro Bela Vista, em Montenegro. A ação realizada pela 1ª Delegacia de Montenegro em conjunto com a Brigada Militar, tendo contado com 22 policiais civis e 32 policiais militares de toda a região do Vale do Caí, bem como com apoio do helicóptero Divisão Operacional da Polícia Civil.

Polícia apreendeu grande quantidade de drogas e materiais do tráfico
– Crédito: Polícia Civil

Segundo o delegado André Roese, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão na chamada região da Volta do Morro, sendo presos quatro indivíduos em flagrante e ainda instaurados cinco inquéritos policiais por posse de munição, tráfico e associação para o tráfico de drogas, bem como três termos circunstanciados por posse de entorpecentes. Foram apreendidos R$ 1.346,00 em dinheiro, 274 pedras de crack, oito porções de maconha, cinco porções de cocaína, 12 cadernos de contabilidade do tráfico, quatro balanças de precisão, quatro rolos de material para embalar drogas, um simulacro (pistola falsa), um cartucho de arma de fogo; 17 celulares, dois 2 cartões de memória e um radiocomunicador na frequência da Brigada Militar; bem como um tablet, três televisores, uma caixa de som e dois rádios automotivos com suspeita de serem fruto de receptação.

Helicóptero da Polícia foi utilizado na operação
– Crédito: Talis Ferreira

Em entrevista coletiva no final da tarde na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), o delegado André, comissário Alisson Castilhos (chefe de investigação) e o tenente Daniel Augusto de Souza (comandante do policiamento) falaram mais detalhes sobre a operação que resultou na prisão de dois homens e duas mulheres, incluindo um casal em que a mulher está grávida. Segundo eles, o alvo da operação já é conhecido pela venda de drogas, principalmente de crack, além da receptação de objetos furtados. Foram cerca de três meses de investigação e a Polícia acredita que com isso vai diminuir também os furtos na cidade, já que muitos objetos eram furtados para serem trocados por drogas. E ressaltaram que os quatro presos têm vários antecedentes criminais.

Durante a tarde muitas pessoas, através das redes sociais, postaram sobre o helicóptero da Polícia que estava sobrevoando a cidade, nas proximidades do morro, já suspeitando da ocorrência de uma operação e cerco policial. “As pessoas ficavam assustadas”, diz o delegado André, que estava no helicóptero. “O apoio aéreo é muito importante”, completa. Ele diz que as investigações e buscas continuam para chegar em mais envolvidos, citando inclusive que houve fuga de indivíduo procurado.

Tenente Augusto, delegado André e comissário Alisson concederam entrevista sobre a operação realizada nesta quarta-feira
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

O tenente Augusto frisou a importância do trabalho conjunto entre Polícia e Brigada, na troca de informações e na própria operação. Já o comissário Alisson destacou a importância das denúncias feitas pela comunidade e que os objetos apreendidos terão suas fotos divulgadas nos próximos dias, para que os proprietários possam reavê-los. “Foi uma continuidade das outras operações, visando enfraquecer a atividade criminosa na região”, concluiu o delegado André Roese.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here