Projeto Direitos da Mulher Agredida foi lançado na região - Crédito: Guilherme Baptista/FN

Na última segunda-feira, no auditório da Central de Polícia do Vale do Caí, junto a DPPA, em Montenegro, aconteceu o lançamento do projeto de extensão “Direitos da Mulher Agredida”.

Conforme a delegada Cleusa Spinato, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), será uma parceria com a Unisc, com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) e da Cufa de Montenegro. Através da parceria, a universidade disponibilizará duas graduandas do curso de Direito que farão o atendimento das mulheres vítimas de violência, junto a Deam, fornecendo as orientações jurídicas necessárias.

Coordenadora do projeto e professora de Direito da Unisc, Caroline Ritt diz que a universidade já realiza este tipo de assistência em Santa Cruz do Sul faz sete anos, com grande sucesso, em duas delegacias. “É prestado um atendimento mais humanizado à vítima de violência num momento que está fragilizada. O atendimento ocorre numa sala reservada, com privacidade, pelas bolsistas, onde será informado sobre os seus direitos”, explica. Uma bolsista atenderá pela manhã e outra de tarde.

A delegada Cleusa salienta a importância das mulheres receberem esclarecimentos na área jurídica, para saber dos seus direitos. Ela lamenta que continua alto o índice de casos de violência contra a mulher na região.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here