Terão 140 vagas para motos, em 14 pontos da Faixa Azul - Crédito: ACOM/Prefeitura

Entre os questionamentos mais freqüentes quanto à implantação do estacionamento rotativo pago no centro de Montenegro está a questão das motos.

Conforme a Prefeitura, as motocicletas, desde que estejam devidamente estacionadas em suas respectivas vagas, estarão isentas de pagamento. O número previsto de vagas para motos, que inicialmente era de 100, foi ampliado, assim como os locais.  Serão cerca de 140 vagas para motos distribuídos em 14 “bolsões”. Também estão previstas isenções para idosos e portadores de necessidades especiais. Mas, nestes casos, a isenção é para o período máximo de uma hora e nos locais demarcados. Além disso, é preciso estar cadastrado, mostrando no para-brisa o cartão de idoso e deficiente.

O Departamento de Transporte e Trânsito salienta que, motos estacionadas em vagas de carros, dentro da Zona Azul, estão cometendo infração de trânsito e, com isso, estarão sujeito a multa e guincho. Para vagas de gastronomia itinerante, bem como caçambas de entulho, há modalidade de valor diário, desde que ambas situações estejam devidamente regularizadas.

Ainda deve ter definição quanto aos bicicletários. Não existe uma definição quanto aos locais apropriados para estacionarem as bicicletas, com segurança, evitando furtos. Muitos estabelecimentos instalaram bicicletários, mas deve ser definido onde colocar, sem prejudicar o estacionamento.

Deverá ser dada uma tolerância de 10 minutos até o início da cobrança. Conforme o contrato, a cobrança ocorrerá de segunda a sexta-feira das 9h às 18h e, aos sábados, das 8h às 12h. Em dezembro, aos sábados, o horário será o mesmo dos outros dias da semana. Os primeiros 30 minutos de estacionamento vão custar R$ 1,00 e, a partir daí, sobe para R$ 2,00 até uma hora. Depois, eleva para R$ 4,00 ao fim da segunda hora. E como é rotativo, mesmo pagando, o motorista tem que deixar a vaga após duas horas, estacionando em outro local. Caso não pague e seja notificado, o motorista, tem até 24 horas para regularizar, pagando 20 reais de taxa e mais o horário devido. Se não regularizar, leva multa prevista no artigo 181 do Código de Trânsito, de R$ 195,23, mais a perda de 5 pontos na carteira de habilitação e pode ser guinchado. As multas serão aplicadas pela Brigada Militar. Após a habilitação para o trânsito, a Guarda Municipal poderá fazer a fiscalização.

Dos valores arrecadados através do Estacionamento Rotativo Pago, 22,53% serão destinados ao Fundo Municipal de Trânsito. Segundo a Prefeitura, essa quantia será revertida para investimentos em ruas como, por exemplo, sinalização viária.

Parquímetros estão sendo instalados para pagamento, assim como para monitores e em estabelecimentos
– Crédito: ACOM/Prefeitura

Conforme Fábio Smanhott, da empresa Serbert Sistema de Estacionamento Veiicular do Brasil, a cobrança deve iniciar em 17 de fevereiro. Até lá estão sendo instalados os 17 parquímetros e será feita uma ampla divulgação, orientando os motoristas. Além dos parquímetros, onde o pagamento poderá ser feito com moedas e cartões bancários, os motoristas poderão pagar junto aos vinte monitores, em estabelecimentos conveniados e por aplicativo em seus próprios smartphones.

Os cordões das calçadas já foram pintados de azul e foram demarcadas as 1.160 vagas para estacionamento. Dependendo da necessidade, a Faixa Azul poderá ser ampliada em mais 500 vagas.

Ruas de cobrança do Estacionamento Rotativo Pago:

– Ramiro Barcelos: trecho entre Antônio Marques e Fernando Ferrari
– João Pessoa: trecho entre Santos Dumont e Fernando Ferrari;
– Capitão Cruz: trecho entre Santos Dumont e Fernando Ferrari;
– Santos Dumont: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– Osvaldo Aranha: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– Olavo Bilac: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– São João: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– José Luiz: trecho entre Capitão Cruz e Dr. Flores.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here