Prefeito Gustavo Zanatta fez anúncio durante Painel Econômico realizado no teatro da Fundarte - Crédito: ACOM/Prefeitura

Durante Painel Econômico realizado em parceria com a Associação Comercial e Industrial (ACI) e participação do secretário estadual de desenvolvimento econômico Edson Brum, quarta-feira passada, dia 19, o prefeito de Montenegro, Gustavo Zanatta, anunciou duas ações que serão realizadas pela Administração Municipal para auxiliar empreendedores em dificuldades por causa da pandemia. De um lado, destinação de R$ 400 mil para o pagamento de juros de empréstimos de até R$ 5 mil; de outro, contratação de 50 consultorias, gratuitas para as empresas, para se reorganizarem e reconquistarem seus mercados.

Zanatta lembrou que as principais vítimas da pandemia, na área econômica, são os pequenos empresários, que enfrentam dificuldades para pagar seus alugueis e manter os empregos dos seus funcionários. “Infelizmente, o poder público municipal também sente os efeitos, pois é obrigado a aplicar mais em saúde, na logística da vacinação, no atendimento aos doentes e no pós-Covid”, explicou. “Mesmo assim, vamos ajudar”.

Está sendo encaminhado para a Câmara de Vereadores um projeto de lei que destina até 400 mil Reais para o pagamento de juros de empréstimos tomados por pequenas empresas e microempreendedores individuais, os MEIs. O secretário municipal de indústria, comércio e turismo, Waldir João Kleber, acredita que o projeto terá o apoio dos vereadores, já que ocorreram manifestações na Câmara para que esta demanda fosse atendida. A Prefeitura fará um chamamento aos bancos e cooperativas de crédito interessados em conceder financiamentos de até R$ 5 mil para o segmento, com taxas de juros de, no máximo, 3% ao mês.

Como vai funcionar

De acordo com a chefe do Serviço de Microcrédito da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Jenifer de Almeida, o empreendedor fará um cadastro na Smic e depois apresentará os documentos ao banco. Se a operação for aprovada, a Prefeitura assume o pagamento destes juros. “A intenção é, através do chamamento público, que será publicado em junho, cadastrar mais de uma instituição de crédito, para que as pessoas tenham opções”, explica.

Jenifer diz que, para os microempreendedores individuais (MEIs), o limite dos empréstimos será R$ 3 mil e, para as pequenas empresas inscritas no Simples, R$ 5 mil. Todos terão dois meses de carência e, partir de então, mais 12 para quitar o financiamento. O lançamento vai depender da tramitação do projeto na Câmara, mas a expectativa é a operacionalização até julho.

No que diz respeito às consultorias, o serviço será prestado pelo Sebrae, nas áreas de marketing, gestão e finanças. As empresas contempladas receberão o acompanhamento de especialistas por até 12 horas. Os critérios para definir as contempladas devem ser anunciados nos próximos dias.

Zanatta lembra que, ao assumir a Prefeitura de Montenegro, no dia 1º de janeiro, sabia que enfrentaria grandes dificuldades, mas ressaltou que a vontade de vencer era muito maior. “Quero reafirmar o meu desejo de construir uma nova cidade, olhando para as necessidades da população e procurando ajudar”, reforçou. “Nossa grande preocupação é com a Saúde, mas estejam certos de que, todas as nossas decisões, no dia a dia dessa guerra contra o coronavírus, também buscam a preservação dos negócios e dos empregos. Juntos, nós vamos vencer essa guerra”, concluiu.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here